Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Diferentes e parecidos: em que aspectos F-16 e MiG-29 se desafiam

Famoso, leve, universal e ainda relevante: há 40 anos, em 15 de agosto de 1978, a Força Aérea dos EUA adotou em serviço um caça multifuncional de quarta geração – o F-16.
Sputnik

No total, até 2018, mais de 4.500 aeronaves desse tipo foram construídas. Por sua produção em massa o "falcão de ataque", como os pilotos batizaram respeitosamente a aeronave, é um recorde mundial absoluto entre os caças leves. E por suas capacidades de voo e combate o F-16 figura ao mesmo nível dos principais concorrentes – os caças soviéticos e russos MiG-29.

Nesta matéria, a Sputnik apresenta as semelhanças e diferenças entre esses projetos, implementados quase simultaneamente.

Pequeno e armado

Na década de 1970, antes da introdução do caça pesado F-15 Eagle, a Força Aérea dos EUA percebeu que necessitava de um aparelho mais barato, simples e tecnologicamente avançado – um caça tático leve para obter superioridade aérea local. Cinco empresas norte-americanas apresentaram seus projetos. O Pentágono con…

Regime sírio recupera cinco novos bairros rebeldes de Aleppo

Desde o início da ofensiva do exército e das milícias aliadas, em 15 de novembro, o regime expulsou rebeldes de muitos bairros de Aleppo Oriental através de bombardeios.


France Presse


Cinco novos bairros rebeldes da cidade síria de Aleppo, em especial o distrito chave de Chaar, foram recuperados nesta terça-feira (6) pelas tropas do regime, que controlam agora mais de 70% deste reduto insurgente, informa o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH). 


Resultado de imagem para aleppo
Fumaça é vista no horizonte de Aleppo na manhã desta terça-feira (6) (Foto: REUTERS/Omar Sanadiki)


Chaar, Dahret Awwad, Jouret Awwad, Karml al-Jabal e Karm al-Beik, que estão na parte central de Aleppo Oriental, "foram tomados pelo regime, que está cercando cada vez mais os rebeldes", indicou à agência France Presse Rami Abdel Rahmane, diretor do OSDH.

A agência oficial síria Sana também informou sobre a tomada de Chaar, o maior dos bairros, assim como outros setores.

Desde o início da ofensiva do exército e das milícias aliadas, no dia 15 de novembro, para reconquistar Aleppo Oriental, setor que não controla desde 2012, o regime expulsou os rebeldes de muitos bairros através de bombardeios.

Os insurgentes, superados pela potência aérea do regime, estão agora no setor meridional de Aleppo Oriental, com milhares de famílias encurraladas ali.

Mais de 50.000 civis fugiram de Aleppo Oriental em direção a zonas governamentais desde o início desta ofensiva, que já deixou centenas de mortos.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas