Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Reino Unido intensificará ataques contra terroristas na Síria em 2017

A Força Aérea britânica tenciona aumentar o número dos ataques contra posições do Daesh (organização terrorista, proibido na Rússia) na Síria, informa a edição The Telegraph. 


Sputnik

Destaca-se que em 2016 a aviação britânica realizou 60 ataques na Síria e 347 no Iraque. Como informa o The Telegraph, se referindo a altos funcionários nas Forças Armadas, em 2017 Londres planeja concentrar seus esforços na Síria.

Força Aérea britânica (arquivo)
Tornados da RAF © flickr.com/ Defence Images

De acordo com o interlocutor do jornal, "o Reino Unido espera que Mossul seja ocupado até à primavera do ano próximo", o que permitirá passar para a ofensiva na Síria.

"Raqqa é a capital do califado", declarou a fonte. 

Ele frisou que o Reino Unido intensificará "os treinamentos das Forças Democráticas da Síria" e "apoio aéreo" à operação em Raqqa. 

"Precisamos de diálogo com os russos", acrescentou o interlocutor da edição. 

Raqqa é considerada como a segunda "capital" dos terroristas na região. A cidade tem a população de cerca de 300 mil pessoas e foi capturada em 2013. Atualmente as forças da oposição síria realizam combates para reconquistar Raqqa.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas