Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Rússia: Daesh está perto de Palmira, convicto que combates em Raqqa acabaram

Os militantes do grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia) estão concentrados perto da cidade síria de Palmira, convictos que os combates em Raqqa já não recomeçarão. 


Sputnik

O representante oficial do Ministério da Defesa, Igor Konashenkov, partilhou da respectiva informação nesta segunda-feira (12). 

Resultado de imagem para palmira
Estado Islâmico em Palmira, Síria


"Aproveitando o fato de os combates ativos dos EUA e da coalizão internacional na região de Raqqa terem cessado até à primavera, o Daesh deslocou forças significantes para atacar Palmira. Cerca de 4.000 terroristas com material pesado: tanques, veículo de combate de infantaria e jipes com armas de grande calibre se deslocaram rapidamente dos bairros de Deir ez-Zor e Raqqa, onde eles chegaram anteriormente provenientes de Mossul no Iraque", disse.

O alto funcionário russo sublinhou que, durante os últimos dois dias, os jihadistas do Daesh tentaram por várias vezes atacar posições do exército sírio na região de Palmira.

Konashenkov informou também que os terroristas tentam atacar a partir de três direções, todas com exceção da parte ocidental da cidade. 


"Quero sublinhar que este agrupamento de terroristas não estava ao redor de Palmira antes de quinta-feira passada. Claramente, os membros do Daesh se concentraram perto de Palmira convictos que as ações militares em Raqqa não recomeçarão", disse. 

Konashenkov informou também que para capturar os subúrbios da cidade os terroristas usaram veículos cheios de explosivos e homens-bomba. 

"No crepúsculo, os membros do Daesh, usando carros minados com explosivos e homens-bomba de uma das direções, sem terem tido grandes baixas, passaram pelas defesas e conseguiram se consolidar nos subúrbios da cidade", declarou Konashenkov. 

O alto responsável militar russo sublinhou também que os primeiros dois ataques fortes de jihadistas foram repelidos pelas tropas sírias com apoio da Força Aeroespacial russa.

Postar um comentário