Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan diz que Turquia continuará operação na Síria, pactuada com Moscou

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira que seu país não interromperá sua operação militar lançada no sábado contra as milícias curdas aliadas dos Estados Unidos no norte da Síria e insistiu que esta operação está pactuada com a Rússia.
EFE

"Não vamos retroceder em Afrin. Falamos com os russos e há consenso", disse o político islamita em relação à região do norte da Síria nas mãos das milícias curdas Unidades de Proteção do Povo (YPG), que Ancara considera terroristas e aliadas da guerrilha curda da Turquia, o PKK.


Erdogan voltou a acusar os EUA de armar e apoiar as YPG, aliadas de Washington contra o grupo jihadista Estado Islâmico.

"Não são honestos conosco. Continuaremos o nosso caminho no marco das conversações que mantemos com a Rússia", apontou.

"Queríamos comprar armas (com os EUA). Não nos deram e entregaram as mesmas armas a organizações terroristas. Que tipo de aliança estratégica é essa?", afirmou o presidente da T…

Sérvios querem pintar pilotos-heróis em aviões russos

O movimento sérvio "Estudantes a favor da verdade" deseja que o Ministério da Defesa do seu país pinte pilotos-heróis, que foram mortos durante o bombardeio da OTAN em 1999, nos aviões MiG-29, que serão fornecidos pela Rússia.


Sputnik

Esta iniciativa foi publicada na página do movimento do Facebook e já recebeu apoio. Representantes do grupo até elaboraram modelos para futuros desenhos. 


A imagem pode conter: atividades ao ar livre


O autor da ideia, Neven Djenadija, espera que a sua iniciativa seja posta em prática.

"Quando soube que a Sérvia compraria os MiGs, a primeira coisa que veio a minha cabeça foi o fato dos nossos pilotos terem dado suas vidas de forma heroica pela pátria, em 1999, durante bombardeamentos da OTAN, tendo o mau funcionamento [do equipamento] como principal causa das mortes. Esse episódio é triste, mas ele nos deu lições marcantes e corajosas de como lutar pelo seu país", disse Djenadija ao portal de notícias Life.ru.

O cientista político, representante do movimento "Estudantes a favor da verdade", e um dos autores da ideia, Ivan Ristic, disse à Sputnik Sérvia que isso é o mínimo que o país pode fazer.

"Acreditamos que as pinturas nos MiGs é o mínimo que pode ser feito para homenagear a memória dos nossos heróis que deram suas vidas para não ceder o céu da Síria aos agressores. Quanto aos próprios aviões, é considerado que o acordo merece mais atenção na mídia e possui grande importância. Esta é a primeira vez desde 1987, ou seja, desde os tempos da Iugoslávia, que compramos caças. Queria destacar, em especial, que depois do conserto, receberemos caças de quarta geração e, com efeito, somente a Rússia e os EUA possuem caças de quinta geração", disse Ristic, acrescentando que os MiGs russos, além de proteger o espaço aéreo sírio, conseguirão repelir qualquer agressão.


Postar um comentário