Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Turquia impõe bloqueio midiático sobre a cobertura do assassinato do embaixador russo

As autoridades turcas impuseram um bloqueio temporário sobre a cobertura do assassinato do embaixador russo em Ancara nesta segunda-feira (19). A ordem proíbe temporariamente quaisquer reportagens, imagens e comentários que não sejam veiculados pelas autoridades oficiais.


Sputnik

O embaixador russo na Turquia, Andrei Karlov, foi morto a tiros por um suposto policial, enquanto participava de um evento em uma galeria de arte na capital turca. 


Presidente turco Recep Tayyip Erdogan fala durante a reunião com investidores internacionais no Palácio presidencial em Ancara, Turquia, 2 de agosto de 2016
Recep Tayyip Erdogan © AFP 2016/ KAYHAN OZER / Serviço público do presidente turco

O crime foi condenado por Moscou como um atentado terrorista. O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, telefonou para o presidente russo Vladimir Putin após a confirmação da morte do embaixador.



Postar um comentário