Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin passa para Trump a responsabilidade de resolver conflito na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou a bola para que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja o responsável por resolver o conflito na Síria.
EFE

Helsinque - Em entrevista coletiva conjunta realizada nesta segunda-feira, em Helsinque, após a primeira cúpula entre os dois líderes, Putin também deu para Trump uma bola oficial da Copa do Mundo.

"No que se refere ao fato de a bola da Síria estar no nosso telhado, senhor presidente, o senhor acaba de dizer que organizamos com sucesso o Mundial de Futebol. Portanto, quero agora entregar esta bola. Agora, a bola está do seu lado", disse Putin.

O presidente russo fazia uma referência a uma frase do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que havia afirmado que a bola para resolver o conflito na Síria estava no telhado do Kremlin.

Trump agradeceu pelo presente e disse estar confiante de que EUA, México e Canadá organizarão em 2026 uma Copa do Mundo tão bem-sucedida como a da Rússia.

Na sequência, o presidente americ…

Caças da OTAN continuam realizando voos de treinamento perto da Rússia

Caças da Força Aérea da Alemanha Eurofighter Typhoon, que executam missões da proteção do espaço aéreo dos países do Báltico, vão realizar voos de treinamento diários sobre a Estônia durante esta semana, comunicou o Estado-Maior do país.


Sputnik

"Os caças da Aviação Militar da Alemanha efetuarão voos nos dias de trabalho a altitudes superiores a 152 metros, longe de povoações. Os voos vão ser realizados na primeira parte do dia", diz o comunicado. Os caças estão estacionados na base militar de Emari (região de Tallinn).


Eurofighter Typhoon das forças armadas da OTAN
Eurofighter Typhoon © Foto: UK Ministry of Defence

Tais voos são regularmente realizados por aviões de vários países da OTAN, que efetuam a proteção do espaço aéreo do Báltico em regime rotativo.

Estes voos se baseiam em acordos especiais entre os países da OTAN, segundo os quais em cada país do Báltico existem zonas especiais para voos de treinamento.

Os países do Báltico não possuem aviões de patrulha, por isso após a sua integração à OTAN (em 2004) tais missões são realizadas por aeronaves da Aliança, estacionadas na Lituânia e na base de Emari (Estônia).


Postar um comentário

Postagens mais visitadas