Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China tira mais um 'trunfo' aos EUA criando catapultas eletromagnéticas para porta-aviões

A China desenvolveu sua própria catapulta eletromagnética para os porta-aviões, sendo que anteriormente os EUA eram o único país que usava esse tipo de equipamento. Fazendo isso, o país asiático tem como objetivo melhorar a capacidade de combate dos seus grupos aeronavais.
Sputnik

Engenheiros chineses testaram o protótipo da catapulta eletromagnética de fabricação nacional com aviões de combate J-15, afirmou o contra-almirante chinês Yin Zhuo à edição China Daily. O alto responsável militar especificou que os aviões efetuaram "milhares de decolagens" usando a catapulta.


As catapultas dos porta-aviões são utilizadas para dar um impulso extra à aeronave (o que não é necessário se a aeronave decola do chão), devido à pequena pista de aterrissagem dos porta-aviões. Anteriormente, esse impulso era produzido por vapor.

O dispositivo eletromagnético usa um cabo de aço que liga o avião à catapulta e o faz decolar. De acordo com a mídia, o uso da catapulta foi conseguido devido ao sucess…

Caças MiG-31 realizam 'combate aéreo' a velocidade hipersônica

Um grupo de caças MiG-31 da base aérea da Aviação Naval da Frota do Pacífico realizou um combate com um inimigo convencional a velocidades hipersônicas e efetuou uma intercepção de um alvo prescrito no espaço aéreo da Kamchatka (península localizada no Extremo Oriente russo).


Sputnik


"Os pilotos efetuaram a decolagem em tempo normativo, realizaram as buscas de um violador convencional da fronteira aérea e depois se lançaram ao ataque, efetuando uma manobra antimíssil contra os mísseis do ‘inimigo'. Além disso, as tripulações do MiG-31 trabalharam elementos de pilotagem dois a dois e um voo em formação fechada de combate", comunicou aos jornalistas o chefe do Departamento de Informações da Assessoria de Imprensa da circunscrição militar oriental da Frota do Pacífico.

Caça da geração 4++ decola durante os exercícios da aviação de caças na região de Primorie
Mig 31 © Sputnik/ Vitaly Ankov

Segundo destacou o comandante da esquadrilha de caças e tenente coronel Sergei Koderle, os pilotos conseguiram cumprir os tempos normativos e liquidaram um alvo aéreo convencional apesar das complexas condições meteorológicas.


Postar um comentário