Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin passa para Trump a responsabilidade de resolver conflito na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou a bola para que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja o responsável por resolver o conflito na Síria.
EFE

Helsinque - Em entrevista coletiva conjunta realizada nesta segunda-feira, em Helsinque, após a primeira cúpula entre os dois líderes, Putin também deu para Trump uma bola oficial da Copa do Mundo.

"No que se refere ao fato de a bola da Síria estar no nosso telhado, senhor presidente, o senhor acaba de dizer que organizamos com sucesso o Mundial de Futebol. Portanto, quero agora entregar esta bola. Agora, a bola está do seu lado", disse Putin.

O presidente russo fazia uma referência a uma frase do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que havia afirmado que a bola para resolver o conflito na Síria estava no telhado do Kremlin.

Trump agradeceu pelo presente e disse estar confiante de que EUA, México e Canadá organizarão em 2026 uma Copa do Mundo tão bem-sucedida como a da Rússia.

Na sequência, o presidente americ…

Casa Branca: Turquia prejudica a si mesma colocando em questão uso da base Incirlik

A possível restrição do uso da base aérea turca pelos militares americanos terá reflexos negativos no apoio de Washington a Ancara na luta contra o terrorismo, declarou Josh Earnest, porta-voz da Casa Branca.


Sputnik

"Acho que a ameaça de limitar o acesso à base de Incirlik pode minar o apoio que nós poderíamos prestar", declarou Earnest na quinta-feira (05) durante seu briefing semanal. 


Resultado de imagem para base aerea incirlik
Base aérea de Incirlik, Turquia

Segundo ele destacou, essas ações seriam contraproducentes para a própria Turquia. Earnest expressou a vontade que isso não aconteça.

O porta-voz da Casa Branca sublinhou que a "Turquia é um aliado criticamente importante da OTAN" e que Washington está pronto a propor a Ancara apoio adicional na luta contra o Daesh (organização terrorista, proibida na Rússia).

Anteriormente o vice-premiê turco, Veysi Kaynak, havia declarado que Ancara pôs em questão a presença de forças da coalizão internacional liderada pelos EUA na base aérea turca de Incirlik. 

A base aérea de Incirlik é usada pelas forças aéreas dos EUA e da Turquia. O uso da base é regulado pelo Tratado de Cooperação Militar e Econômica entre os dois países. Na base estão colocados aviões de vários países que fazem parte da coalizão liderada pelos EUA e realizam operações aéreas contra o Daesh.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas