Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Qual será resposta síria a novos mísseis 'inteligentes' dos EUA?

A cada declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seus "mísseis inteligentes", os sistemas de defesa antiaérea sírios terão sua própria resposta de mísseis, o que foi demonstrado pelo país em 14 de abril, assegurou à Sputnik o membro do Conselho Público junto ao Ministério da Defesa da Rússia, Igor Korotchenko.
Sputnik

Mais cedo, Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, disse aos jornalistas que os especialistas russos tinham detectado evidências de 22 mísseis terem atingido alvos, de um total de 105 anunciados pelos EUA, na sequência do ataque aéreo dos EUA e seus aliados.


"Os mísseis podem ser 'inteligentes', mas os sistemas da defesa antiaérea podem ser eficientes, por isso, para cada míssil 'astuto' haverá um míssil guiado, o que foi demonstrado pelo ótimo treinamento profissional dos soldados sírios. Nas declarações de Trump há muita publicidade, e para cada tweet de Trump sobre seus '…

Coreia do Sul paga 450 milhões de dólares aos EUA por novos caças F-35

A corporação americana Lockheed Martin assinou um contrato no valor de 450 milhões de dólares (cerca de 1,5 bilhões de reais) para a produção de caças-bombardeiros de 5ª geração F-35 para a Coreia do Sul, diz um comunicado do Ministério da Defesa dos EUA. 


Sputnik

"A Corporação Lockheed Martin e (a sua filial) Lockheed Martin Aeronautics receberam 450.042.458 dólares para a produção de um lote de F-35A para a República da Coreia no âmbito do programa de vendas militares internacionais", diz o comunicado. 

Caça americano F-35 cumprindo missão
Lockheed Martin F-35 Lightining © flickr.com/ Forsvarsdepartementet

O Pentágono assinalou que a produção dos aviões terá lugar na fábrica no estado do Texas, estando a conclusão de fabricação prevista para agosto de 2019.

O número de aviões a fornecer à Coreia do Sul não é especificado. Não há muito tempo, a Lockheed Martin havia informado que representantes dos EUA e da Coreia do Sul negociaram a venda de 40 aviões F-35A, com início do fornecimento planejado para 2018.

Em agosto, os caças F-35 de modificação A (versão simples, produzida para exportação) foram considerados aptos para utilização em condições de combate real por especialistas da Força Aérea, depois de repetidos atrasos devidos a remoção de falhas identificadas. 

Em dezembro, Israel tornou-se o primeiro país a dispor de aviões de quinta geração no Oriente Médio. O país recebeu até agora dois dos 50 F-35 encomendados aos EUA. O preço da aeronave é cerca de 100 milhões de dólares cada unidade. 

Anteriormente, o presidente eleito Donald Trump criticou o preço excessivamente alto dos caças furtivos multifuncionais F-35. O programa F-35, que está sendo realizado pela corporação Lockheed Martin, custou aos contribuintes norte-americanos cerca de 400 bilhões de dólares.

Postar um comentário