Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Daesh reivindica responsabilidade pelo ataque em Istambul

Grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia) reivindicou a responsabilidade pelo ataque na boate Reina, em Istambul, informa a agência Reuters, citando a declaração do grupo terrorista.


Sputnik


Nesta declaração, o Daesh afirma que o atacante era seu "soldado". 

Polícia turca bloqueia caminho ao local do ataque ocorrido na boate em Istambul, 1 de janeiro de 2016
Polícia turca © AP Photo/ Depo Photos via AP

O atentado ocorreu na noite de Ano Novo. O atacante matou o guarda da boate, invadiu o prédio, onde se encontravam mais de 700 pessoas, e começou a atirar contra elas. 

Conforme dados do Ministério do Interior turco, morreram 39 pessoas, uma delas era cidadã russa. 69 pessoas resultaram feridas.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas