Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Daesh usa igreja no Iraque como centro de recrutamento para 'crianças do califado'

Militantes do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) transformaram uma igreja, localizada no centro da cidade de Tal Keppe (no norte do Iraque), em um centro de treinamento para crianças, comunicou o canal de televisão curdo Rudaw.


Sputnik

Segundo civis, os terroristas destruíram grande parte das igrejas da cidade, onde vivem principalmente cristãos. A igreja principal da cidade "Santíssima Coração" foi transformada em base de recrutamento para as "crianças do califado".


Crianças recrutadas pelo Daesh. (File)
Crianças recrutadas pelo Estado Islâmico © Foto: Youtube/Channel 4 News

Segundo o Rudaw, o treinamento militar durava de 15 a 20 dias. As crianças eram mandadas para o combate somente depois de concluir o treinamento.

"Eles sabiam que as igrejas não seriam bombardeadas pelos aviões militares. Daesh transformou essa igreja no seu estado-maior. Eles trouxeram secretamente crianças de Mossul para a igreja", informou um dos habitantes da cidade.

O canal curdo informou que a idade média das crianças que passaram pelo treinamento na igreja era de 15 anos.

"Eles levaram as crianças para uma mesquita para que elas fizessem juramento de fidelidade ao califado. Depois, elas eram trazidas para essa igreja e aqui passavam por treinamento, antes de serem enviadas para o campo de batalha. A maioria delas eram crianças enganadas que esperavam ir para o céu", adiantou um dos civis.

A operação militar de libertação de Mossul do Daesh foi iniciada na noite de 17 de outubro. O exército do Iraque, juntamente com os militares curdos apoiados pela coalizão internacional, começou a ofensiva.

A cidade de Tal Keppe já foi libertada dos terroristas.


Postar um comentário