Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin passa para Trump a responsabilidade de resolver conflito na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou a bola para que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja o responsável por resolver o conflito na Síria.
EFE

Helsinque - Em entrevista coletiva conjunta realizada nesta segunda-feira, em Helsinque, após a primeira cúpula entre os dois líderes, Putin também deu para Trump uma bola oficial da Copa do Mundo.

"No que se refere ao fato de a bola da Síria estar no nosso telhado, senhor presidente, o senhor acaba de dizer que organizamos com sucesso o Mundial de Futebol. Portanto, quero agora entregar esta bola. Agora, a bola está do seu lado", disse Putin.

O presidente russo fazia uma referência a uma frase do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que havia afirmado que a bola para resolver o conflito na Síria estava no telhado do Kremlin.

Trump agradeceu pelo presente e disse estar confiante de que EUA, México e Canadá organizarão em 2026 uma Copa do Mundo tão bem-sucedida como a da Rússia.

Na sequência, o presidente americ…

Documentos da CIA desclassificados revelam incidente que quase provocou 3ª Guerra Mundial

A Agência Central de Inteligência dos EUA desclassificou documentos sobre uma colisão entre um submarino norte-americano e um soviético no ano de 1974, em plena Guerra Fria. O diário britânico The Times analisou o caso e suas possíveis implicações que, felizmente, nunca chegaram a ser concretizadas.


Sputnik

Já faz muito que existem boatos sobre uma colisão entre um submarino norte-americano e outro soviético. Porém, até agora não havia nenhuma confirmação oficial. Tudo mudou quando a mídia britânica se deparou com um documento desclassificado da CIA que confirma o acidente. 


O submarino de mísseis balísticos USS James Madison (SSBN-627) norte-americano
USS James Madison SSBN-627 © Foto: Wikipedia/U.S. Navy

"Acabamos de receber uma mensagem do Pentágono que um dos nossos submarinos Poseidon colidiu com um submarino soviético", diz uma comunicação datada de 3 de novembro de 1974.

Naquela época, a Armada dos Estados Unidos tinha uma base nuclear na localidade escocesa de Holy Loch. O submarino de mísseis balísticos USS James Madison (SSBN-627), que transportava 160 ogivas nucleares, estava zarpando da base naval quando chocou com um submersível soviético que se preparava para seguir o navio norte-americano.

"Ambos os navios subiram à superfície, mas o navio soviético logo submergiu outra vez. Por enquanto, não há informações quanto aos danos. Mantê-lo-emos em contato", acrescenta a mensagem secreta.

Segundo assinala a nota do Daily Mail, este acidente podia ter acarretado consequências muito graves para o mundo inteiro, inclusive provocado uma Terceira Guerra Mundial.

A mensagem que trata da colisão foi encontrada entre 13 milhões de documentos desclassificados pela CIA norte-americana este janeiro.

Os arquivos compreendem um período entre os anos de 1947 e 1992, sendo que nos documentos há dados sobre as atividades da CIA durante a Guerra Fria, guerras da Coreia e do Vietnã, os programas de estudo dos OVNI, percepções extrassensoriais e outros fenômenos paranormais.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas