Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Duelo aéreo: Su-27 russo vs F-16 no céu de Nevada. Quem vai ganhar?

A base militar Zona 51 na região de Nevada foi recentemente palco de exercícios espetaculares, durante os quais um caça Su-27 russo e um F-16 norte-americano participaram de um duelo aéreo.


Sputnik

"Será isso a prova de que os EUA se preparam para a guerra contra a Rússia?" — é o título do artigo do Daily Mail que onde foram publicadas imagens dessa batalha aérea perto da base militar norte-americana.



Resultado de imagem para f-16 x su-27
Sukhoi Su-27 e F-16 Fighting Falcon

Os dois caças voaram durante 25 minutos a uma altitude entre 5 e 10 mil metros.

O vídeo foi gravado pelo controlador do tráfego Phil Drake. O momento mais curioso em tudo isso é que o combate foi filmado no dia do triunfo de Donald Trump.

O Su-27 é um caça multifuncional russo construído pela Sukhoi. O F-16 é um avião de combate norte-americano desenvolvido pela General Dynamics nos anos setenta.



Postar um comentário