Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Netanyahu: Irã está criando exército contra Israel

O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif, acusou Israel de violar o direito internacional e avisou Tel Aviv sobre as consequências caso o país continue seguindo a mesma linha anti-Irã. Em resposta, o primeiro-ministro israelense respondeu que a Guarda Revolucionária Iraniana pretende destruir o seu país.
Sputnik

Falando durante a sessão do Estado-Maior General das Forças de Defesa Israelenses (IDF, sigla em inglês), o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, criticou as recentes declarações de Teerã em relação a Tel Aviv.


"Hoje ouvi o que disse o chanceler iraniano, acusando Israel de violar direito internacional. Trata-se do ministro do Exterior de um país que envia drones militares contra Israel e mísseis contra a Arábia Saudita. Também ouvi palavras moderadas, e há um abismo enorme entre as palavras e as ações da Guarda Revolucionária [Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica] que está construindo um exército contra Israel com o objetivo declarado…

EUA deslocarão 24 helicópteros de combate para a Coreia do Sul

Até fevereiro deste ano os EUA planejam implantar na Coreia do Sul 24 helicópteros de combate AH-64 Apache para resistir a possíveis provocações por parte de Pyongyang. 


Sputnik

"Parte do batalhão de helicópteros Apache será temporariamente deslocada para a base aérea de Suwon", cita agência Yonhap as palavras do representante do comando americano. 

Helicópteros AH-64 Apache nos exercícios militares Trident Juncture 2015, da OTAN
AH-64 Apache © REUTERS/ Paul Hanna

Os helicópteros de combate AH-64 Apache devem substituir helicópteros leves 30 OH-58D Kiowa Warrior. Washington espera desta forma aumentar a prontidão de combate dos militares americanos em caso das provocações por parte da Coreia do Norte. 

Ontem, o ex-diplomata norte-coreano que fugiu de Londres para a Coreia do Sul declarou que Pyongyang tem intenções de terminar os trabalhos de elaboração do míssil balístico intercontinental até 2018. 

Segundo a agência Yonhap, os mísseis em questão são os KN-08, com lançadores móveis e alcance superior a 13 mil quilômetros, ou seja, capazes de atingir a parte continental dos EUA.

Mais tarde a chancelaria norte-coreana disse que o país pode lançar o míssil a partir de qualquer lugar e em qualquer hora. 

Ashton Carter, chefe do Pentágono, advertiu que os EUA vão abater o míssil se este ameaçar a segurança nacional norte-americana.

Postar um comentário