Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Morte made in Brazil: conflitos no Oriente Médio alavancam exportação de armamento do país

Uma missão árabe chegou ao Brasil interessada na compra de cargueiros KC-390 fabricados pela Embraer. A visita é resultado do esforço do Grupo Parlamentar Brasil-Arábia Saudita, criado no início deste mês, para aproximar os dois países no campo de defesa militar.
Sputnik

O KC-390 vai substituir os Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB), é o maior avião produzido na América e foi concebido como um jato militar de transporte, anunciado pela primeira vez na edição de 2007 da Latin America Aero & Defence (LAAD), no Rio de Janeiro. A produção do avião, com capacidade para 23 toneladas de carga, envolve parcerias com fornecedores de peças de Argentina, Portugal e República Tcheca. Com um custo unitário de US$ 85 milhões, o KC-390, em fase final de testes, tem recebido propostas de compra de vários países.



A compra do cargueiro, porém, é apenas um detalhe na exportação brasileira de armamentos não só para a Arábia Saudita, como também para vários países do Oriente Médio e do Norte d…

EUA enviam caças F-35 mais recentes ao Japão

O corpo de infantaria naval dos EUA enviou ao Japão caças multifuncionais de produção norte-americana mais recente, informa a AFP.


Sputnik


Anteriormente a agência de notícias japonesa Kyodo havia informado que as autoridades da cidade de Iwakuni (província de Yamaguchi) aprovaram a implementação dos F-35 no seu território. Os Estados Unidos planejavam deslocar para a base aérea de Iwakuni 16 aviões para substituir os caças obsoletos F/A-18 e AV-8 Harrier. 

Lockheed Martin F-35
Lockheed Martin F-35 Lightining © flickr.com/ mashleymorgan

Conforme dados dos AFP, o envio dos F-35 ao Japão virou o primeiro deslocamento rápido destes caças para um país estrangeiro. 

Mais cedo presidente eleito Donald Trump havia criticado o alto custo dos caças F-35. O programa da corporação Lockheed Martin (fabricante dos F-35) custou aos contribuintes americanos cerca de 400 bilhões de dólares.


Postar um comentário