Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Única mulher a bordo do submarino argentino desaparecido é oficial pioneira

Eliana María Krawczyk, de 35 anos, é a 'primeira submarinista' da Argentina. O ARA San Juan desapareceu com 44 tripulantes no Atlântico Sul.
G1

Única mulher no submarino militar argentino desaparecido com 44 tripulantes no Atlântico Sul, Eliana María Krawczyk, de 35 anos, é descrita pela imprensa local como primeira oficial submarinista do país e da América do Sul. Ela ocupa o cargo de chefe de armas do ARA San Juan, que perdeu contato com a terra na sexta-feira (17).

Eliana nasceu em Oberá, na província de Misiones, no nordeste da Argentina, e só conheceu o mar aos 21 anos de idade, destaca o perfil do jornal "Clarín". Após se formar no ensino médio, ela se matriculou na Universidade de Misiones para fazer faculdade de Engenharia Industrial.

Duas tragédias familiares levaram Eliana a desistir do curso: a morte de um irmão, em um acidente de trânsito, e a morte da mãe, em decorrência de um problema cardíaco.

Em um perfil publicado em 2015 na revista "Viva", que …

Exército turco sofre baixas na luta contra Daesh por Al-Bab sírio

Cinco militares turcos morreram e nove ficaram feridos na sequência de um ataque levado a cabo por militantes do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) perto da cidade síria de Al-Bab.


Sputnik

O anúncio foi feito pelo Estado-Maior General das Forças Armadas da Turquia na sexta-feira (20). 


Soldados turcos em um tanque durante operação militar na fronteira turco-síria
Tropas turcas na fronteira com a Síria © AFP 2016/ BULENT KILIC

A entidade militar informou que "o ataque dos terroristas, com uso de um carro-bomba, foi efetuado às 13h40 [08h40, horário de Brasília] na região de Suflania, perto de Al-Bab". Os feridos foram imediatamente levados a um hospital.

A agência RIA Novosti obteve essa declaração do Estado-Maior General.

Anteriormente, o chanceler turco Mevlut Cavusoglu tinha informado que, após o término da operação em Al-Bab, as forças turcas vão se dirigir no sentido da cidade de Raqqa, considerada como baluarte do Daesh.

O Exército da Turquia começou a operação Escudo de Eufrates contra o Daesh em 24 de agosto de 2016, tendo libertado a cidade fronteiriça de Jarablus, no norte da Síria, com a participação da oposição síria. O principal objetivo da missão é eliminar os terroristas, que dominam uma área de cinco mil quilômetros quadrados, para criação de uma zona segura, que será usada também para instalação de refugiados.



Postar um comentário