Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Explosão de carro-bomba deixa 37 mortos em base militar no norte do Mali

Forte explosão em um campo militar na cidade de Gao, no norte do Mali, deixou pelo menos 37 mortos, informou a agência AFP na quarta-feira (18), citando uma fonte da ONU. 


Sputnik

Antes, a agência Reuters comunicou a morte de 25 pessoas devido à explosão, referindo-se ao número preliminar de vítimas anunciado pelo Exército do país.

Soldados de manutenção da paz da ONU no Mali (arquivo)
Soldados da ONU no Mali © flickr.com/ United Nations 

Na base militar, estavam acomodados soldados do governo e membros de vários grupos armados rivais, que juntos efetuam patrulhamento em conformidade com o acordo de paz da ONU, que visa acabar com a violência no norte do deserto do Mali.

Após a explosão, o ministro do Interior do Mali, Bruno Le Roux, qualificou-a como "maior e simbólico ataque". 

A crise no Mali ocorreu na sequência da derrubada do regime do ex-líder líbio, Muammar Kadhafi, o que provocou um grande fluxo de refugiados das tribos de tuaregues para o Mali. Ao ocupar o norte do país, os refugiados proclamaram o estado independente de Azavad. Posteriormente, eles foram expulsos dos territórios controlados por extremistas. 

A decisão de enviar uma Missão das Nações Unidas de Estabilização Multidimensional Integrada no Mali (MINUSMA) foi tomada pelo Conselho de Segurança da ONU em 2013.


Postar um comentário