Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Governo brasileiro elogia início de cessar-fogo na Síria

Bashar al-Assad e sete grupos rebeldes declararam trégua ontem


Diário do Poder

O Itamaraty comemorou a notícia de trégua nacional na Síria anunciada nessa quinta-feira (29) pelos governos da Rússia e da Turquia. Por meio de uma nota à imprensa, o Ministério das Relações Exteriores afirmou que o governo brasileiro recebeu “com satisfação” o anúncio e apelou para que as partes se comprometam em manter a trégua e evitem atos que possam “escalar os níveis de violência no país”.


O governo brasileiro elogiou também a resolução relativa ao cessar-fogo adotada hoje (31) pelo Conselho de Segurança da ONU (Foto: Civil Defense Idlib)

Ontem (30), o cessar-fogo entre o presidente Bashar al-Assad e sete grupos rebeldes começou a vigorar, apesar do registro de alguns confrontos em pontos isolados.

O governo brasileiro elogiou também a resolução relativa ao cessar-fogo adotada hoje (31) pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas e o respaldo que ela oferece aos esforços em curso.

“O governo brasileiro tem a convicção de que somente o diálogo inclusivo levará a uma solução definitiva para o conflito no país, que já dura mais de cinco anos. O Brasil reitera seu compromisso com a independência, soberania e integridade territorial da Síria e saúda a proposta de retomada das negociações entre as partes dentro de um mês, em Astana, no Cazaquistão”, informou o Itamaraty. (ABr)



Postar um comentário