Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Governo brasileiro elogia início de cessar-fogo na Síria

Bashar al-Assad e sete grupos rebeldes declararam trégua ontem


Diário do Poder

O Itamaraty comemorou a notícia de trégua nacional na Síria anunciada nessa quinta-feira (29) pelos governos da Rússia e da Turquia. Por meio de uma nota à imprensa, o Ministério das Relações Exteriores afirmou que o governo brasileiro recebeu “com satisfação” o anúncio e apelou para que as partes se comprometam em manter a trégua e evitem atos que possam “escalar os níveis de violência no país”.


O governo brasileiro elogiou também a resolução relativa ao cessar-fogo adotada hoje (31) pelo Conselho de Segurança da ONU (Foto: Civil Defense Idlib)

Ontem (30), o cessar-fogo entre o presidente Bashar al-Assad e sete grupos rebeldes começou a vigorar, apesar do registro de alguns confrontos em pontos isolados.

O governo brasileiro elogiou também a resolução relativa ao cessar-fogo adotada hoje (31) pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas e o respaldo que ela oferece aos esforços em curso.

“O governo brasileiro tem a convicção de que somente o diálogo inclusivo levará a uma solução definitiva para o conflito no país, que já dura mais de cinco anos. O Brasil reitera seu compromisso com a independência, soberania e integridade territorial da Síria e saúda a proposta de retomada das negociações entre as partes dentro de um mês, em Astana, no Cazaquistão”, informou o Itamaraty. (ABr)



Postar um comentário

Postagens mais visitadas