Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Índia e Vietnã negociam acordo sobre fornecimento de sistemas de mísseis Akash

O Vietnã está negociando com Índia a aquisição de mísseis antiaéreos Akash, informa o jornal Times of India.


Sputnik


Segundo a fonte citada pela edição, "se trata de sistemas de mísseis fabricados com 96% de peças indianas". 

Sistema de mísseis antiaéreos Akash, da Índia
Sistema de mísseis antiaéreos Akash © AFP 2016/ JUNG YEON-JE

Antes, o ministro da Defesa da Índia Manohar Parrikar informou que, além do Akash, o Vietnã se mostra interessado em mísseis de cruzeiro de fabricação russo-indiana BrahMos. No entanto, um acordo sobre esses mísseis será complicado, já que os BrahMos contam com 60% de componentes russos. 

O Vietnã procura não só adquirir sistemas de mísseis antiaéreos Akash, com alcance de 25 quilômetros, como também obter acesso às tecnologias que possibilitem a fabricação conjunta. 

Times of India aponta que recentemente o Vietnã e a Índia têm demonstrado elevado interesse em cooperar na área da defesa em contexto de eventual reforço do potencial militar da China.


Postar um comentário