Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA confirmam linha estratégica de 'desmembramento da Síria', diz analista

Os EUA declararam que não querem restaurar as regiões na Síria que estão sob o controle de Damasco. O especialista Vladimir Fitin explica na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik o que busca Washington.
Sputnik

Os EUA não querem ajudar na reconstrução das regiões na Síria que ficam sob o controle do presidente sírio Bashar Assad, declarou um alto funcionário dos EUA após o primeiro dia do encontro dos ministros das Relações Exteriores do G7.


Em janeiro, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que Washington não iria ajudar a Rússia, o Irã e Damasco oficial na restauração do país, enquanto a "transformação política" da Síria não se realizasse. Segundo declarou o assistente adjunto do secretário de Estado dos EUA para o Médio Oriente, David Satterfield, a condição da ajuda é a reforma constitucional e eleições sob os auspícios da ONU.

O analista do Instituto dos Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik comentou a decla…

Marinha da Ucrânia adverte sobre deslocamento de material bélico no país

O Comando da Marinha da Ucrânia adverte os civis da região de Odessa e Nikolaevsk sobre o deslocamento de equipamento militar no âmbito da realização de exercícios militares.


Sputnik

"Durante esta semana, no âmbito da série de exercícios militares de alerta máximo dos órgãos de comando militar e unidades militares, nas regiões de Odessa e Nikolaevsk serão realizados deslocamentos de colunas de material bélico, instalação de postos de controle na rota de deslocamento e outras medidas", diz o comunicado do centro da imprensa do Comando da Marinha da Ucrânia publicado no Facebook. 


Barco de mísseis Priluki da Marinha da Ucrânia
Lancha lança-mísseis da Ucrânia © Sputnik/ Vasiliy Batanov 

Devido a isso o Comando pede aos civis compreensão frente aos inconvenientes que possam surgir devido à realização das iniciativas planejadas.

Os militares pediram ainda que os habitantes não criem dificuldades para os militares durante o deslocamento e mantenham a tranquilidade.


Postar um comentário