Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Militares indicam passos para conter 'agressão russa' na Europa

O general Curtis Scaparrotti, chefe do comando europeu das Forças Armadas dos EUA, apresentou um relatório à chefia do Pentágono sobre os passos para resistir à "agressão russa", declarou a jornalistas Ashton Carter, secretário de Defesa dos EUA. 


Sputnik

"Realizamos um encontro de dirigentes para negociar os passos com vista a garantir a segurança nas próximas semanas e meses. Falamos também os assuntos da resistência às ameaças-chaves crescentes que nós estamos enfrentando", disse Carter na coletiva de imprensa do Pentágono.

Soldados poloneses e norte-americanos durante exercícios conjuntos Anakonda 16 perto de Torun, Polônia, junho de 2016
Soldados poloneses e dos EUA em exercício na Polônia © REUTERS/ Kacper Pempel

"Destacamos a nossa unidade com os parceiros da OTAN", adicionou ele.

Comentando as declarações de que a Rússia supostamente ameaça os Países Bálticos e a Polônia, Sergei Lavrov, chanceler russo, havia dito que a OTAN está bem ciente de que Moscou não tem planos de atacar alguém. De acordo com ministro do Exterior russo, essas declarações são apenas um pretexto para implementar mais equipamento militar nas fronteiras da Rússia.


Postar um comentário