Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Militares iraquianos capturam sede de militantes do Daesh provenientes da Chechênia

Policiais federais iraquianos capturaram sede dos militantes do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) na cidade iraquiana de Mossul responsável pela coordenação das operações de militantes provenientes da Chechênia. 


Sputnik

As informações são da Sputnik Árabe que cita comandantes dessa operação.

Os combatentes xiitas de tropas irregulares vêm para o sul de Mossul
Combatentes iraquianos © AFP 2016/ AHMAD AL-RUBAYE

"Na sede, foram encontrados mapas de ataques realizados pelo Daesh em vários bairros de Mossul, a polícia federal encontrou cintos com explosivos e armas", informa a Sputnik Árabe referindo-se ao comandante da sede, Raid Shaker Jaudat.

Segundo informações, a polícia federal iraquiana retomou o controle de um complexo hospitalar e do quarteirão Al-Ghufran, que ficam nas proximidades, onde foi hasteada a bandeira iraquiana.

A operação para libertar Mossul da ocupação do Daesh na província norte-iraquiana de Ninawa começou em outubro. Os militares iraquianos conseguiram avançar para a parte oriental da cidade, contudo a parte ocidental — na margem direita do rio Tigre — ainda está sendo controlada por terroristas.


Postar um comentário