Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Reino Unido oferece $36 bilhões para criar arma laser

O Ministério da Defesa britânico oferece 30 milhões de libras (cerca de 36 milhões de dólares) por um contrato para criar protótipo de arma laser.


Sputnik

A informação foi divulgada pela mídia local nesta quinta-feira (5) especificando que a nova arma, segundo o contrato oferecido, deve ser criada até meados dos anos 2020.

Um manifestante em máscara aponta algo com laser. Foto de arquivo (14 de fevereiro, 2016)
© AFP 2016/ YANNICK GRAZIANI

Segundo um representante do ministério britânico, o protótipo não está sendo desenvolvido com uma ameaça específica em mente, mas apenas para acessar este tipo inovador de armas, que usará tecnologia de energia direcionada. Além disso, segundo ele, as Forças Armadas poderiam se beneficiar desta nova arma, divulgou a BBC.

Os protótipos apresentados serão julgados por sua capacidade de adquirir e seguir alvos em diferentes distâncias, localizações e condições climáticas. 

Caso um projeto de arma seja bem-sucedido, ele poderá ter apresentação de seu sistema em 2019 e as primeiras armas laser poderão entrar em serviço já em meados de 2020. 

Este tipo de armas também poderá ser usado para combater drones, mísseis e morteiros, entre outros alvos.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas