Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Rússia e Turquia atacam posições do Daesh na Síria

Aviões trucos e russos realizaram ataques contra posições do Daesh (grupo terrorista, proibido na Rússia) no norte da Síria, informa a Reuters citando fontes militares turcas.


Sputnik


De acordo com a Reuters, a aviação e artilharia turcas eliminaram 22 extremistas na Síria. Os militares turcos também afirmaram que a Força Aeroespacial russa eliminou várias posições do Daesh em Al-Bab, no norte do país. 

Grupo aéreo militar russo na base aérea de Hmeymim na Síria (foto de arquivo)
Grupo aéreo russo na base aérea de Hmeymim, na Síria © Sputnik/ Dmitry Vinogradov

No fim de dezembro, após negociações, Vladimir Putin anunciou o alcance de um acordo sobre o cessar-fogo no território sírio. Foram assinados três documentos: um entre o governo sírio e a oposição armada relativamente ao cessar-fogo, outro sobre o conjunto de medidas para controlar a trégua e um terceiro em que as partes declaram estar prontas para iniciar conversações de paz. O acordo exclui a Frente al-Nusra e o Daesh.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas