Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Twitter hackeado informa sobre ataque de mísseis russos contra os EUA

A conta de Twitter do departamento de vídeo do jornal norte-americano New York Times informou na tarde do domingo (22) sobre um iminente ataque de mísseis russos contra os EUA.


Sputnik


A postagem foi logo excluída e publicada outra, explicando que a conta tinha sido hackeada por um malfeitor desconhecido. Cerca de 260 seguidores da página assistiram o desenvolvimento da situação.

Resultado de imagem para new york times

A postagem apareceu minutos antes das 10h00 dizendo: "Urgente: declaração vazada de Vladimir Putin diz a Rússia vai atacar os Estados Unidos com mísseis".

Já às 10h15 a conta informou: "Nós deletamos uma séria de tweets publicados nesta conta hoje sem a nossa autorização. Estamos investigando a situação".

Logo após deletar a postagem na página do New York Times Video apareceram outras duas, dos quais ficou claro que por trás do acontecido podem ter estado hackers do grupo OurMine, famoso por anteriores hacks de contas em redes sociais de grandes empresas, inclusive da Marvel e da Netflix.


Postar um comentário