Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Twitter hackeado informa sobre ataque de mísseis russos contra os EUA

A conta de Twitter do departamento de vídeo do jornal norte-americano New York Times informou na tarde do domingo (22) sobre um iminente ataque de mísseis russos contra os EUA.


Sputnik


A postagem foi logo excluída e publicada outra, explicando que a conta tinha sido hackeada por um malfeitor desconhecido. Cerca de 260 seguidores da página assistiram o desenvolvimento da situação.

Resultado de imagem para new york times

A postagem apareceu minutos antes das 10h00 dizendo: "Urgente: declaração vazada de Vladimir Putin diz a Rússia vai atacar os Estados Unidos com mísseis".

Já às 10h15 a conta informou: "Nós deletamos uma séria de tweets publicados nesta conta hoje sem a nossa autorização. Estamos investigando a situação".

Logo após deletar a postagem na página do New York Times Video apareceram outras duas, dos quais ficou claro que por trás do acontecido podem ter estado hackers do grupo OurMine, famoso por anteriores hacks de contas em redes sociais de grandes empresas, inclusive da Marvel e da Netflix.


Postar um comentário