Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Bashar Assad dá mais uma chance para rebeldes entregarem as armas

O presidente sírio, Bashar Assad, estendeu o prazo de anistia para os militantes que se renderem e entregarem suas armas, segundo informou a mídia local neste domingo (5).


Sputnik


O decreto 15/2016, datado de 28 de julho do ano passado, foi prorrogado pelo presidente Assad até 30 de junho de 2017, de acordo com a agência de notícias estatal SANA.

Presidente sírio, Bashar Assad, durante uma entrevista
Presidente sírio Bashar Assad © AP Photo/ SANA

A referida ordem foi inicialmente emitida para o período de três meses e em 27 de outubro de 2016 foi prorrogada pelo mesmo período. A anistia também vale para os sequestradores que concordarem em libertar seus reféns.

A Síria está em estado de guerra civil há quase seis anos, com as forças governamentais lutando contra grupos de oposição sírios que tentam derrubar o presidente Bashar Assad, bem como numerosos grupos extremistas e terroristas como o Daesh (autodenominado Estado Islâmico).


Postar um comentário

Postagens mais visitadas