Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Brasil desiste de comprar armamento russo

Estadão

O governo brasileiro cancelou as negociações com a Rússia para a aquisição de três baterias, mais suprimentos, do sistema de defesa antiaérea Pantsir S1. A conta ia bater em US$ 1,3 bilhão.


Resultado de imagem para pantsir s1 brasil
Pantsir S1

A compra foi iniciada por ordem direta da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2012, depois de uma conversa dela com o presidente Vladimir Putin, em Moscou. Os comandos militares nunca quiseram esse equipamento.

A parceria empresarial do negócio seria firmada entre a russa Ulyanovsk Mech e a brasileira Odebrecht Defesa.


Postar um comentário