Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China tira mais um 'trunfo' aos EUA criando catapultas eletromagnéticas para porta-aviões

A China desenvolveu sua própria catapulta eletromagnética para os porta-aviões, sendo que anteriormente os EUA eram o único país que usava esse tipo de equipamento. Fazendo isso, o país asiático tem como objetivo melhorar a capacidade de combate dos seus grupos aeronavais.
Sputnik

Engenheiros chineses testaram o protótipo da catapulta eletromagnética de fabricação nacional com aviões de combate J-15, afirmou o contra-almirante chinês Yin Zhuo à edição China Daily. O alto responsável militar especificou que os aviões efetuaram "milhares de decolagens" usando a catapulta.


As catapultas dos porta-aviões são utilizadas para dar um impulso extra à aeronave (o que não é necessário se a aeronave decola do chão), devido à pequena pista de aterrissagem dos porta-aviões. Anteriormente, esse impulso era produzido por vapor.

O dispositivo eletromagnético usa um cabo de aço que liga o avião à catapulta e o faz decolar. De acordo com a mídia, o uso da catapulta foi conseguido devido ao sucess…

Exército sírio elimina comandante de ataques aéreos do Daesh em Deir ez-Zor

Foi eliminado um comandante do Daesh em Deir ez-Zor, disse o general de uma brigada do exército sírio, Issam Zaheralden, ontem em entrevista à Sputnik Árabe, acrescentando que os locais não têm acesso ao aeroporto, onde recebem ajuda humanitária. Após isso o exército sírio iniciou uma ofensiva.


Sputnik


Exército começou a operação no bairro de al-Makabir e conseguiu avançar a uma distância de 1.500 metros em toda a linha da frente de 3 quilômetros. Entretanto os combates entre terroristas e exército continuam por toda a parte. 

Militares do exército sírio durante ataques contra colégios militares em Aleppo, 17 de agosto de 2016
Militares sírios © Sputnik/ Mikhail Alaeddin

Segundo comunicou o general Issam Zaheralden à Sputnik Árabe, 15 terroristas foram mortos durante os ataques aéreos na área de al Makabir, entre eles estavam o comandante das operações aéreas do Daesh, Abu Muhammed al-Adnani, e o comandante da região, Abu Walid al-Tarablusi.

Segundo fontes da agência, em resultado dos ataques aéreos, o filho do líder do Daesh, Abu Bakr al-Baghdadi, saiu ferido. Seus apoiantes foram mortos.

Na véspera dos ataques, uma fonte militar comunicou à Sputnik Árabe que os aviões russos e sírios tinham realizado vários ataques contra os terroristas do Daesh na área de al-Makabir, Sirriya Jneed e Liwaa al-Taamid nos arredores de Deir ez-Zor, eliminando vários terroristas.

Postar um comentário