Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Exército ucraniano bombardeia aldeias no sul de Donetsk

O Exército ucraniano bombardeia as regiões sul da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD, sigla em russo), disse à RIA Novosti um representante da administração do distrito Novoazovskiy.


Sputnik

"Registramos bombardeios nos arredores dos povoados de Sahanka, Lenin e outros próximos. Nos arredores da aldeia de Sahanka foram registradas cerca de 20 explosões de artilharia", disse o interlocutor da agência. 


Situação depois dos bombardeios em Donetsk
Bombardeio de Donetsk © Sputnik/ Sergei Averin

De acordo com ele, ainda não há dados sobre as vítimas e as destruições.

Durante o bombardeio de Yasinovataya, um projétil caiu no quintal de uma casa residencial, mas não explodiu, disse um representante da administração da cidade. Além disso, o prédio de um terminal ferroviário foi danificado.

Anteriormente, milícias e autoridades de segurança ucranianas afirmaram que a situação em Donbass se agravou. As partes do conflito se culpam mutuamente pelos bombardeios intensos e tentativas de atacar a linha de demarcação na região de Donetsk.

As autoridades ucranianas declararam o estado de emergência em Avdeevka, cidade controlada pelas autoridades da Ucrânia, onde os moradores permanecem sem água, calefação e eletricidade, quando na rua estão temperaturas negativas. De acordo com a Missão da OSCE, uma situação semelhante verifica-se em Yasinovataya, localizada perto de Donetsk, que é controlada pelas milícias.

Na véspera, um responsável do Ministério da Defesa ucraniano disse que "metro a metro, passo a passo, havendo possibilidade, os nossos soldados têm heroicamente avançado". O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, afirmou que essas declarações são uma prova da ofensiva das Forças Armadas ucranianas, o que é uma violação dos acordos de Minsk.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas