Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Netanyahu: Irã está criando exército contra Israel

O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif, acusou Israel de violar o direito internacional e avisou Tel Aviv sobre as consequências caso o país continue seguindo a mesma linha anti-Irã. Em resposta, o primeiro-ministro israelense respondeu que a Guarda Revolucionária Iraniana pretende destruir o seu país.
Sputnik

Falando durante a sessão do Estado-Maior General das Forças de Defesa Israelenses (IDF, sigla em inglês), o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, criticou as recentes declarações de Teerã em relação a Tel Aviv.


"Hoje ouvi o que disse o chanceler iraniano, acusando Israel de violar direito internacional. Trata-se do ministro do Exterior de um país que envia drones militares contra Israel e mísseis contra a Arábia Saudita. Também ouvi palavras moderadas, e há um abismo enorme entre as palavras e as ações da Guarda Revolucionária [Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica] que está construindo um exército contra Israel com o objetivo declarado…

Exército ucraniano bombardeia aldeias no sul de Donetsk

O Exército ucraniano bombardeia as regiões sul da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD, sigla em russo), disse à RIA Novosti um representante da administração do distrito Novoazovskiy.


Sputnik

"Registramos bombardeios nos arredores dos povoados de Sahanka, Lenin e outros próximos. Nos arredores da aldeia de Sahanka foram registradas cerca de 20 explosões de artilharia", disse o interlocutor da agência. 


Situação depois dos bombardeios em Donetsk
Bombardeio de Donetsk © Sputnik/ Sergei Averin

De acordo com ele, ainda não há dados sobre as vítimas e as destruições.

Durante o bombardeio de Yasinovataya, um projétil caiu no quintal de uma casa residencial, mas não explodiu, disse um representante da administração da cidade. Além disso, o prédio de um terminal ferroviário foi danificado.

Anteriormente, milícias e autoridades de segurança ucranianas afirmaram que a situação em Donbass se agravou. As partes do conflito se culpam mutuamente pelos bombardeios intensos e tentativas de atacar a linha de demarcação na região de Donetsk.

As autoridades ucranianas declararam o estado de emergência em Avdeevka, cidade controlada pelas autoridades da Ucrânia, onde os moradores permanecem sem água, calefação e eletricidade, quando na rua estão temperaturas negativas. De acordo com a Missão da OSCE, uma situação semelhante verifica-se em Yasinovataya, localizada perto de Donetsk, que é controlada pelas milícias.

Na véspera, um responsável do Ministério da Defesa ucraniano disse que "metro a metro, passo a passo, havendo possibilidade, os nossos soldados têm heroicamente avançado". O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, afirmou que essas declarações são uma prova da ofensiva das Forças Armadas ucranianas, o que é uma violação dos acordos de Minsk.


Postar um comentário