Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Inteligência de Donetsk relata que Kiev quer reforçar bloqueio de Donbass

A inteligência da república autoproclamada de Donetsk dispõe de fatos que revelam a intenção dos militares ucranianos de realizar ataques contra objetos de infraestrutura urbana de suporte de vida.


Sputnik

A informação foi divulgada por Eduard Basurin, vice-chefe do comando operacional da república autoproclamada de Donetsk.


Combatente da autoproclamada República Popular de Lugansk em Donbass
Defensor de Donetsk © Sputnik/ Valery Melnikov

"A nossa inteligência obteve informações sobre intenções da Ucrânia de reforçar o bloqueio de Donbass. Em particular, sabemos que os destacamentos dos batalhões nacionalistas foram encarregados de atacar os objetos do sistema de suporte de vida e infraestrutura de todas as localidades que ficam perto da linha de frente. Isto é confirmado pelos ataques já realizados contra casas de caldeiras, linhas de transmissão de energia elétrica, dutos de gás e ligações rodoviárias", declarou Basurin aos jornalistas.

Ele acrescentou que os militares ucranianos podem tentar perturbar a comunicação entre o território da República de Donetsk e a parte da região que está sob controle de Kiev.

A tensão em Donbass aumentou nos últimos dias de janeiro, quando as repúblicas não reconhecidas de Donetsk e Lugansk relataram ataques realizados por parte do exército ucraniano. Hoje em dia, a situação no Leste da Ucrânia permanece grave, as partes em conflito denunciam diariamente violações do regime do cessar-fogo.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas