Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Militares do Exército trocam tiros com suspeitos na Avenida Brasil

Homens armados tentavam sair do Complexo do Chapadão pela Avenida Brasil. De acordo com o Ministério da Defesa, não houve presos ou feridos.


Por G1 Rio


O Ministério da defesa informou que militares do Exército reagiram à aproximação de um grupo de bandidos armados que tentava sair do Complexo do Chapadão, na Zona Norte do Rio, pela Avenida Brasil, na tarde desta terça-feira (21). 

Resultado de imagem para forças armadas av brasil
Tropa do Exército na Av. Brasil, Rio de Janeiro

Após uma intensa troca de tiros, os suspeitos teriam retornado para dentro da comunidade. A ação, segundo o ministério, não resultou em presos ou feridos.

Tiroteio na Zona Portuária

Na semana passada, um suspeito morreu após intensa troca de tiros com fuzileiros navais na Zona Portuária do Rio. Dois assaltantes tinham acabado de tentar roubar uma moto mas o alarme disparou.

Eles roubaram, então, outra moto e fugiram pela Avenida Brasil. Na altura do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), os suspeitos se depararam com um caminhão da Marinha e atiraram contra os militares. Os agentes revidaram e um suspeito foi morto.


Postar um comentário