Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Qual será resposta síria a novos mísseis 'inteligentes' dos EUA?

A cada declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seus "mísseis inteligentes", os sistemas de defesa antiaérea sírios terão sua própria resposta de mísseis, o que foi demonstrado pelo país em 14 de abril, assegurou à Sputnik o membro do Conselho Público junto ao Ministério da Defesa da Rússia, Igor Korotchenko.
Sputnik

Mais cedo, Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, disse aos jornalistas que os especialistas russos tinham detectado evidências de 22 mísseis terem atingido alvos, de um total de 105 anunciados pelos EUA, na sequência do ataque aéreo dos EUA e seus aliados.


"Os mísseis podem ser 'inteligentes', mas os sistemas da defesa antiaérea podem ser eficientes, por isso, para cada míssil 'astuto' haverá um míssil guiado, o que foi demonstrado pelo ótimo treinamento profissional dos soldados sírios. Nas declarações de Trump há muita publicidade, e para cada tweet de Trump sobre seus '…

Opinião: em caso de conflito no mar Negro, navio dos EUA será destruído em poucos minutos

Caso haja um conflito militar no mar Negro, um navio da Marinha dos EUA será destruído pelos sistemas de mísseis da Frota do Mar Negro em alguns minutos, declarou à Sputnik o vice-presidente do Conselho de Veteranos da Rússia, antigo comandante das tropas costeiras da Frota do Mar Negro, major-general Vladimir Romanenko.


Sputnik


Mais cedo, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, informou que a Aliança tomou a decisão de aumentar sua presença militar no mar Negro. Os grupos navais permanentes da OTAN irão entrar no mar Negro com mais frequência, intensificarão os exercícios militares na região, se ocuparão em recolher informações sobre a situação na região e também serão responsáveis pela coordenação da interação com as marinhas dos aliados na região.

Destróier USS Porter da marinha dos EUA (DDG 78) durante uma visita planejada ao porto de Constança, Romênia, 13 de junho de 2016
USS Porter da US Navy em visita a Romênia © REUTERS/ US Navy/Mass Communication Specialist 3rd Class Robert S. Price/Handout

"Um navio norte-americano terá alguns minutos de vida no mar Negro, lhe digo com toda responsabilidade, porque os sistemas de mísseis de que dispõe a Frota do Mar Negro, ainda por cima a partir de várias direções, não permitirão a um navio desempenhar suas tarefas operacionais e estratégicas no mar Negro", afirmou Romanenko.

As tropas costeiras da Frota do Mar Negro atualmente dispõem de sistemas de mísseis Bal e Bastion.


Postar um comentário