Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Paquistão: ONU condena ataque mortal a um santuário sufi

ONU

As Nações Unidas condenaram o ataque terrorista a um santuário sufí em Sehwan, em Sindh, no Paquistão, que deixou dezenas de mortos e centenas de feridos, e pelo qual o Estado islâmico no Iraque e no Levante (ISIL/Da’esh) assumiu a responsabilidade.


Resultado de imagem para ataque santuario sufi paquistao
© Reuters. Homem-bomba deixa 72 mortos em ataque a santuário sufi no Paquistão

O ataque veio pouco após um atentado suicida em uma manifestação em Lahore, na segunda-feira (13), um atentado suicida contra um complexo governamental na área tribal de Mohmand e um ataque a um carro do governo que transportava juízes em Peshawar na quarta-feira (15).

A informação foi divulgada pelo escritório do porta-voz do secretário-geral da ONU.

“Expressamos nossas condolências às famílias das vítimas e ao governo e ao povo do Paquistão, e desejamos uma rápida recuperação aos feridos. Pedimos que os autores deste ataque sejam levados rapidamente à justiça”, disse o comunicado, acrescentando que a ONU apoia o governo do Paquistão na sua luta contra o terrorismo em pleno respeito das normas internacionais e dos direitos humanos.


Postar um comentário