Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Única mulher a bordo do submarino argentino desaparecido é oficial pioneira

Eliana María Krawczyk, de 35 anos, é a 'primeira submarinista' da Argentina. O ARA San Juan desapareceu com 44 tripulantes no Atlântico Sul.
G1

Única mulher no submarino militar argentino desaparecido com 44 tripulantes no Atlântico Sul, Eliana María Krawczyk, de 35 anos, é descrita pela imprensa local como primeira oficial submarinista do país e da América do Sul. Ela ocupa o cargo de chefe de armas do ARA San Juan, que perdeu contato com a terra na sexta-feira (17).

Eliana nasceu em Oberá, na província de Misiones, no nordeste da Argentina, e só conheceu o mar aos 21 anos de idade, destaca o perfil do jornal "Clarín". Após se formar no ensino médio, ela se matriculou na Universidade de Misiones para fazer faculdade de Engenharia Industrial.

Duas tragédias familiares levaram Eliana a desistir do curso: a morte de um irmão, em um acidente de trânsito, e a morte da mãe, em decorrência de um problema cardíaco.

Em um perfil publicado em 2015 na revista "Viva", que …

Sempre em frente: infantaria síria desenvolve ofensiva contra posições do Daesh em Al-Bab

A ofensiva do Exército Árabe Sírio contra as posições do Daesh na zona oriental da província de Aleppo pegou os terroristas "de surpresa". A infantaria síria ultrapassou com sucesso três linhas de barragem instaladas pelo Daesh nos arredores da cidade de Al-Bab, a nordeste de Aleppo.


Sputnik

Segundo disse a fonte militar da agência Sputnik, a infantaria síria, proveniente da cidade de Hanaser, está se aproximando do Lago Assad, um reservatório no rio Eufrates, na Síria. 


Resultado de imagem para exercito sirio
Soldado sírio próximo a tanque do Exército Árabe Sírio

Outros destacamentos partiram da povoação de Tayara em direção à cidade de Al-Bab através da Frente Ocidental. Além disso, parte das tropas está se deslocando a partir da base aérea de Kweiris para entrar em confronto direto com os terroristas.

De acordo com as palavras da fonte militar, a operação foi conduzida de modo rápido e demonstrou uma cooperação bem coordenada da força aérea com as tropas no terreno.

A infantaria efetuou uma manobra atacando o inimigo pela retaguarda. Como resultado, foram libertadas dezenas de povoações e eliminadas centenas de terroristas. Foram alcançados os seguintes objetivos: os militantes em Al-Bab ficaram cercados, foi garantida a segurança da estrada estrategicamente importante de Hanaser, que liga o Norte e o Leste da Síria, e as tropas governamentais se aproximaram do reservatório Assad, principal fonte de água para os habitantes da cidade de Aleppo.

O Exército Árabe Sírio começou há 23 dias a operação para a libertação de Al-Bab e tomada de controle das estradas estratégicas entre o Norte e o Leste do país.



Postar um comentário