Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro

Em um raro pronunciamento, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse nesta sexta-feira (horário local) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu povo "pagarão caro"pelas “palavras excêntricas” que pregaram a destruição da Coreia do Norte.
Sputnik

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump afirmou que os EUA estão prontos para a "destruição total" da Coreia do Norte, caso isso se faça necessário.


Além disso, o presidente estadunidense chamou Kim de "Homem Foguete", pelo que considera uma "tática suicida" de provocações contra Washington e o resto dos seus aliados na Ásia.

"Agora estou pensando muito sobre a resposta que ele poderia ter esperado quando ele se permitiu que palavras tão excêntricas tropeçassem da sua língua", disse Kim, em declarações reproduzidas pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

"Qualquer coisa que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados além de suas expectativas. Eu vou, …

Assad apoia projeto da Rússia para Constituição da Síria

O presidente sírio, Bashar Assad, afirmou que as autoridades do país saúdam as propostas da Rússia para resolver a crise síria, incluindo o projeto de Constituição.


Sputnik


"Ontem o nosso representante nas Nações Unidas, o Sr. Jaafari, anunciou que apoiamos as iniciativas russas, diferentes iniciativas, não só essa, e agora estamos discutindo os detalhes com os russos", disse Assad a jornalistas russos ao responder se estava ciente da proposta russa de criar uma comissão para redigir a Constituição da Síria.

Presidente da Síria, Bashar Assad, visto durante uma visita do vice-primeiro-ministro russo, Dmitry Rogozin, a Damasco
Presidente da Síria Bashar Assad © Sputnik/ Sergei Mamontov

Ele também afirmou que a Rússia forneceu assistência substancial à Síria na libertação de Palmira.

"Normalmente nós não falamos sobre assuntos militares, mas ali houve uma ajuda significativa em terra, embora eu não possa entrar em detalhes", disse ele.

Bashar Assad também manifestou esperança de poder receber mais ajuda militar da Rússia, se necessário, para combater o terrorismo. "Ao mesmo tempo, acredito que por ora o nível de apoio por parte da Rússia é suficiente e eficaz", completou.


Postar um comentário