Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vários mortos no confronto entres as forças de Maduro e rebeldes armados

Desfecho sangrento aconteceu durante a operação de captura de Óscar Pérez, que está entre os mortos.O piloto sobrevoou prédios do governo com um helicóptero roubado da polícia em junho do ano passado
Maolis Castro e Florantonia Singer | El País

Vários integrantes do grupo liderado pelo ex-policial Óscar Pérez morreram em um confronto com um coletivo – civis armados chavistas – e um comando da Força de Ações Especiais da Polícia Nacional, em que também morreram dois agentes e um militante chavista. Outros cinco membros do grupo foram presos em uma casa na região de El Junquito, no oeste de Caracas. 

O Governo venezuelano confirmou no início desta tarde que o próprio Pérez está entre os mortos. Seu nome se tornou conhecido em junho, quando roubou um helicóptero da polícia e sobrevoou a sede do Supremo Tribunal de Justiça e do Ministério do Interior. Nunca, em 18 anos de chavismo, ocorreu algo parecido na Venezuela.


O ex-inspetor do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalística…

Assad apoia projeto da Rússia para Constituição da Síria

O presidente sírio, Bashar Assad, afirmou que as autoridades do país saúdam as propostas da Rússia para resolver a crise síria, incluindo o projeto de Constituição.


Sputnik


"Ontem o nosso representante nas Nações Unidas, o Sr. Jaafari, anunciou que apoiamos as iniciativas russas, diferentes iniciativas, não só essa, e agora estamos discutindo os detalhes com os russos", disse Assad a jornalistas russos ao responder se estava ciente da proposta russa de criar uma comissão para redigir a Constituição da Síria.

Presidente da Síria, Bashar Assad, visto durante uma visita do vice-primeiro-ministro russo, Dmitry Rogozin, a Damasco
Presidente da Síria Bashar Assad © Sputnik/ Sergei Mamontov

Ele também afirmou que a Rússia forneceu assistência substancial à Síria na libertação de Palmira.

"Normalmente nós não falamos sobre assuntos militares, mas ali houve uma ajuda significativa em terra, embora eu não possa entrar em detalhes", disse ele.

Bashar Assad também manifestou esperança de poder receber mais ajuda militar da Rússia, se necessário, para combater o terrorismo. "Ao mesmo tempo, acredito que por ora o nível de apoio por parte da Rússia é suficiente e eficaz", completou.


Postar um comentário