Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Cerca de 1.300 pessoas deixam a cidade síria de Homs

Um total de 1.276 pessoas, incluindo 436 militantes, deixaram o bairro de al-Waer, na cidade síria de Homs, na segunda-feira (27), por acordo com as autoridades no âmbito de uma trégua local, disse à Sputnik uma fonte informada dos serviços de segurança do país.


Sputnik

A fonte relatou que 387 mulheres e cerca de 460 crianças deixaram al-Waer, além de membros da oposição armada, acrescentando que os militantes que saíram da cidade levaram com eles as armas — mais de 50 fuzis de assalto, cinco fuzis de precisão e 24 pistolas.


Combatentes da oposição e suas famílias se reúnem, enquanto se preparam para subir a um ônibus, antes da evacuação do bairro rebelde de Waer, na cidade de Homs, em 18 de março de 2017
Terroristas e familiares deixam a cidade Homs, na Síria © AFP 2017/ MAHMOUD TAHA

Em 13 de março, as autoridades sírias e grupos militantes em Homs chegaram a um acordo com a mediação russa como garante. Segundo o acordo, os militantes e suas famílias concordaram em deixar Homs de forma faseada, enquanto as tropas do governo sírio garantiram sua passagem segura.

Em 18 de março, mais de 1.400 militantes e membros de suas famílias deixaram al-Waer em direção à cidade de Jarablus, ao norte da província de Aleppo, em conformidade com o acordo.

A guerra civil na Síria dura já há cerca de seis anos, com as tropas do governo lutando contra numerosas facções da oposição e organizações terroristas como a Frente al-Nusra e o Daesh, proibidos na Rússia.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas