Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Chefe do Estado-Maior russo e da OTAN conversam pela primeira vez em 3 anos

Por telefone, partes discutiram problemas de segurança e perspectivas de interação.


Vassíli Krilov | Gazeta Russa

Nesta sexta-feira (3), o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, Valéri Guerássimov, e o presidente do Comitê Militar da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), general Petr Pavel, conversaram pela primeira vez após decisão unilateral da aliança de suspender relações com a Rússia em abril de 2014.


The NATO logo statue
Iniciativa partiu da própria Otan, que suspendeu unilateralmente contatos em 2014. Foto:EPA / Vostock-photo

A conversa, realizada por telefone, foi organizada pela Otan, de acordo com o Ministério da Defesa da Rússia.

As partes discutiram problemas de segurança, perspectivas de recuperação da interação na esfera militar, prevenção de incidentes e a participação dos representantes da Aliança em eventos internacionais organizados pelo Ministério da Defesa da Rússia.

"O chefe do Estado-Maior russo expressou preocupação com o aumento significativo da atividade militar da aliança próximo a fronteiras russas”, disse o porta-voz pasta.

Guerássimov também informou ao representante da Otan sobre os principais eventos e exercícios militares das Forças Armadas russas em 2017.

"As partes confirmaram a necessidade de continuar as negociações para reduzir a tensão e estabilizar a situação na Europa. O general Gerássimov e o general Pavel concordaram em continuar esses contatos", completou o porta-voz russo.


Postar um comentário