Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia lança operação contra milícia curda na Síria, bombardeios matam dez

Curdos dizem que sete dos mortos eram civis, entre eles uma criança de oito anos. Presidente turco foi advertido que operação poderia complicar as relações com Washington e Moscou.
France Presse
O Exército turco lançou neste sábado (20) uma operação aérea e terrestre para expulsar uma milícia curda que controla o norte da Síria e que Ancara considera uma organização terrorista, desafiando as advertências americanas de que a ação poderia desestabilizar a região.

Neste sábado, bombardeios resultantes desta operação na região de Afrin (nordeste da Síria) deixaram dez mortos, a maioria civis, afirmou um porta-voz da milícia curda.

"Sete civis morreram, entre eles uma criança de oito anos, assim como duas mulheres combatentes e um homem combatente", declarou Birusk Hasakeh, porta-voz das Unidades de Proteção Popular (YPG) em Afrin.

O braço político das YPG, o Partido da União Democrática (PYD), informou que 25 civis haviam ficado feridos nos bombardeios turcos.

Nos últimos dias, Ancara…

Embaixador israelense espera que Rússia ajude a evitar a escalada na Síria

O embaixador israelense na Rússia, Gary Koren, disse a Sputnik que não descarta a escalada das relações com a Síria. Na semana passada, as forças israelenses realizaram ataques aéreos no território sírio, visando, de acordo com uma declaração oficial das autoridades israelenses, o movimento xiita Hezbollah ativo no país.


Sputnik

O embaixador disse que Israel deve estar "preparado para tudo" quando perguntado se ele descarta a escalada nas relações com a Síria. Ao mesmo tempo, expressou a esperança de que a Rússia e outros atores externos ajudem a prevenir a deterioração da situação na região.

Soldados israelenses perto da fronteira com a Síria no terrítorio de colinas de Golã ocupado por Israel, 22 de junho de 2015
Tropas israelenses na fronteira com a Síria © AFP 2017/ MENAHEM KAHANA

"Esperamos que os aliados da Rússia e da Síria usem sua influência para trazer Damasco à razão", disse o embaixador Koren, comentando sobre o recente acidente de avião.

Na semana passada, as forças israelenses realizaram ataques aéreos no território sírio, dizendo que tinham como alvo um comboio supostamente portador de armas para o movimento xiita Hezbollah. No mesmo dia, o comando do Exército sírio disse em um comunicado que havia derrubado um de quatro jatos da Força Aérea israelense que violaram seu espaço aéreo e supostamente alvejaram unidades sírias perto de Palmira.

Após o incidente, Moscou convocou o embaixador israelense na Rússia, Gary Koren, para perguntar sobre ataques aéreos contra tropas sírias perto de Palmira.

Postar um comentário