Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Especialista: arma de laser do MiG-35 pode 'cegar' caças ocidentais

O novo caça russo MiG-35 obterá uma arma de laser, comunicou a fabricante russa de aeronaves MiG. O especialista em aeronáutica, Dmitry Drozdenko, explicou ao serviço russo da Rádio Sputnik quais tarefas esta arma pode realizar em caças ligeiros.


Sputnik

Anteriormente, o comandante-chefe da Força Aeroespacial da Rússia, coronel-general Viktor Bondarev, falou sobre a possibilidade de uso de armas de laser nas aeronaves MiG-35.


Caca russo MiG-35
Mig 35 © Sputnik/ Vladimir Astapkovich

Segundo o diretor da empresa fabricante – MiG, Ilia Tarasenko, pilotos russos passarão por treinamento especial para voar nas aeronaves em questão. Já o avião será testado durante dois anos, acrescentou.

O vice-redator-chefe do jornal Arsenal da Pátria, Dmitry Drozdenko, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, contou que as armas de laser são capazes de desabilitar tecnologia avançada, criando interferências maciças.

"Não se trata de lasers semelhantes aos da 'Guerra nas Estrelas' que eliminam naves espaciais, pois [os lasers da saga] destroem naves gigantescas", disse Dmitry Drozdenko, acrescentando que caças ligeiros com armas de laser podem realmente causar um dano fatal ao equipamento do inimigo.

Segundo o especialista, o avião MiG-35 tem grande potencial de exportações, pois nem todos os países do mundo precisam de bombardeiros pesados como o Su-35. Países como Índia, Cazaquistão e Peru podem comprar muitos desses caças.



Postar um comentário