Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Qual será resposta síria a novos mísseis 'inteligentes' dos EUA?

A cada declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seus "mísseis inteligentes", os sistemas de defesa antiaérea sírios terão sua própria resposta de mísseis, o que foi demonstrado pelo país em 14 de abril, assegurou à Sputnik o membro do Conselho Público junto ao Ministério da Defesa da Rússia, Igor Korotchenko.
Sputnik

Mais cedo, Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, disse aos jornalistas que os especialistas russos tinham detectado evidências de 22 mísseis terem atingido alvos, de um total de 105 anunciados pelos EUA, na sequência do ataque aéreo dos EUA e seus aliados.


"Os mísseis podem ser 'inteligentes', mas os sistemas da defesa antiaérea podem ser eficientes, por isso, para cada míssil 'astuto' haverá um míssil guiado, o que foi demonstrado pelo ótimo treinamento profissional dos soldados sírios. Nas declarações de Trump há muita publicidade, e para cada tweet de Trump sobre seus '…

Especialista: arma de laser do MiG-35 pode 'cegar' caças ocidentais

O novo caça russo MiG-35 obterá uma arma de laser, comunicou a fabricante russa de aeronaves MiG. O especialista em aeronáutica, Dmitry Drozdenko, explicou ao serviço russo da Rádio Sputnik quais tarefas esta arma pode realizar em caças ligeiros.


Sputnik

Anteriormente, o comandante-chefe da Força Aeroespacial da Rússia, coronel-general Viktor Bondarev, falou sobre a possibilidade de uso de armas de laser nas aeronaves MiG-35.


Caca russo MiG-35
Mig 35 © Sputnik/ Vladimir Astapkovich

Segundo o diretor da empresa fabricante – MiG, Ilia Tarasenko, pilotos russos passarão por treinamento especial para voar nas aeronaves em questão. Já o avião será testado durante dois anos, acrescentou.

O vice-redator-chefe do jornal Arsenal da Pátria, Dmitry Drozdenko, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, contou que as armas de laser são capazes de desabilitar tecnologia avançada, criando interferências maciças.

"Não se trata de lasers semelhantes aos da 'Guerra nas Estrelas' que eliminam naves espaciais, pois [os lasers da saga] destroem naves gigantescas", disse Dmitry Drozdenko, acrescentando que caças ligeiros com armas de laser podem realmente causar um dano fatal ao equipamento do inimigo.

Segundo o especialista, o avião MiG-35 tem grande potencial de exportações, pois nem todos os países do mundo precisam de bombardeiros pesados como o Su-35. Países como Índia, Cazaquistão e Peru podem comprar muitos desses caças.



Postar um comentário