Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Especialista: porque Rússia precisa do bombardeiro PAK DA de nova geração

Na sequência das recentes notícias sobre os designers russos terem criado o primeiro modelo em tamanho real do bombardeiro estratégico russo de nova geração PAK DA, os analistas de defesa russos explicam para que o país precisa de uma aeronave tão avançada.


Sputnik


Os designers do gabinete de projetos Tupolev criaram recentemente um modelo em tamanho real do bombardeiro estratégico avançado de longo alcance conhecido como PAK DA.

Imagem artística do avião PAK DA - bombardeiro hipersónico de reconhecência e antinavio
Imagem artística do bombardeiro PAK DA © Foto: militaryrussia.ru

Segundo os planos, a nova aeronave realizará seu primeiro voo antes de 2021 com as primeiras entregas do avião a terem lugar em 2023. A primeira apresentação do avião está planejada para 2018.

Segundo as estimativas, a nova aeronave terá um alcance operacional de 12.000 km e vai voar a uma velocidade subsônica. A fuselagem da aeronave será feita de material absorvente de radar.

Além disso, foi relatado que a nova aeronave de quinta geração terá capacidade de transportar armamentos com um peso de 30 toneladas, incluindo mísseis de classe ar-superfície, ar-ar, bem como bombas inteligentes autodirigidas.

O bombardeiro "será equipado com o equipamento de guerra eletrônica mais avançado de fabricação nacional e sem igual em termos de eficácia", revelaram os construtores.

O novo avião está projetado substituir os três bombardeiros de longo alcance que estão atualmente em serviço na aviação russa, incluindo o bombardeiro de longo alcance Tu-22M3 e os bombardeiros estratégicos Tu-95 e Tu-160 (chamado de White Swan ou Cisne Branco).

Comentando as notícias, Viktor Murakhovsky, o editor-chefe da revista Arsenal da Pátria disse que o novo bombardeiro será um substituto digno para os aviões que foram desenvolvidos nos tempos soviéticos.

"A criação de uma nova aeronave não é um processo rápido. A eficácia das aeronaves de longo alcance existentes precisa ser mantida, parcialmente com a ajuda de modernização", disse ele ao canal RT.

Entretanto, o especialista militar Vasily Kashin, pesquisador principal do Centro de Análise de Estratégias e Tecnologias de Moscou, observou que o Tu-95 e Tu-160 permanecem visíveis para os modernos sistemas de defesa antimíssil, assim as aeronaves mais modernas devem ter o sistema stealth.

Ele observou que a aviação militar russa de longo alcance é mais nova do que a dos EUA, mas o novo projeto "vai expandir consideravelmente nossas capacidades e fornecerá uma certa vantagem às nossas forças".


Postar um comentário