Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Exército iraquiano assume principais rotas de saída de Mossul e sufoca Estado Islâmico

Forças iraquianas capturaram o lado leste de Mossul em janeiro após 100 dias de confrontos e realizaram ataque contra distritos que ficam a oeste do rio Tigre em 19 de fevereiro.


Reuters


Unidades do Exército do Iraque apoiadas pelos Estados Unidos tomaram controle da última grande rodovia de saída do leste de Mossul, no Iraque, que estava sob comando do Estado Islâmico, disseram um general e moradores da região, sufocando militantes do grupo jihadista em uma área cada vez menor dentro da cidade.

Resultado de imagem para bombardeio mossul
Fumaça é vista após bombardeio durante batalha contra militantes do Estado Islâmico no distrito de al-Mamoun em Mossul, no Iraque (Foto: Reuters/Alaa Al-Marjani) 

Uma divisão do Exército estava a menos de um quilômetro do "Portão Síria" de Mossul, a entrada no noroeste da cidade, disse um general da unidade à Reuters por telefone.

"Nós efetivamente controlamos a rodovia, está em nossa vista", disse. Moradores de Mossul disseram que não podiam viajar pela rodovia que começa no "Portão Síria" desde terça-feira.

A rodovia liga Mossul a Tal Afar, outro reduto do Estado Islâmico, a 60 quilômetros para oeste, e então para a fronteira com a Síria.

Forças iraquianas capturaram o lado leste de Mossul em janeiro após 100 dias de confrontos e realizaram ataque contra distritos que ficam a oeste do rio Tigre em 19 de fevereiro.

O comandante dos Estados Unidos no Iraque disse acreditar que forças apoiadas pelos EUA irão retomar Mossul e Raqqa, reduto do Estado Islâmico na Síria, dentro de seis meses.


Postar um comentário