Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Exército iraquiano assume principais rotas de saída de Mossul e sufoca Estado Islâmico

Forças iraquianas capturaram o lado leste de Mossul em janeiro após 100 dias de confrontos e realizaram ataque contra distritos que ficam a oeste do rio Tigre em 19 de fevereiro.


Reuters


Unidades do Exército do Iraque apoiadas pelos Estados Unidos tomaram controle da última grande rodovia de saída do leste de Mossul, no Iraque, que estava sob comando do Estado Islâmico, disseram um general e moradores da região, sufocando militantes do grupo jihadista em uma área cada vez menor dentro da cidade.

Resultado de imagem para bombardeio mossul
Fumaça é vista após bombardeio durante batalha contra militantes do Estado Islâmico no distrito de al-Mamoun em Mossul, no Iraque (Foto: Reuters/Alaa Al-Marjani) 

Uma divisão do Exército estava a menos de um quilômetro do "Portão Síria" de Mossul, a entrada no noroeste da cidade, disse um general da unidade à Reuters por telefone.

"Nós efetivamente controlamos a rodovia, está em nossa vista", disse. Moradores de Mossul disseram que não podiam viajar pela rodovia que começa no "Portão Síria" desde terça-feira.

A rodovia liga Mossul a Tal Afar, outro reduto do Estado Islâmico, a 60 quilômetros para oeste, e então para a fronteira com a Síria.

Forças iraquianas capturaram o lado leste de Mossul em janeiro após 100 dias de confrontos e realizaram ataque contra distritos que ficam a oeste do rio Tigre em 19 de fevereiro.

O comandante dos Estados Unidos no Iraque disse acreditar que forças apoiadas pelos EUA irão retomar Mossul e Raqqa, reduto do Estado Islâmico na Síria, dentro de seis meses.


Postar um comentário