Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Força Aérea síria afirma que derruba avião militar israelense

A Defesa Aérea da Síria derrubou um avião militar israelense e atingiu outro após quatro aviões terem violado o espaço aéreo do país, disse o Exército sírio na sexta-feira (17).


Sputnik


Hoje de manhã, um porta-voz das Forças de Defesa de Israel disse à Sputnik que os aviões da Força Aérea israelense tinham sido alvejados do solo depois de terem atacado várias posições no território da Síria.



Caça da Força Aérea de Israel (arquivo)
F-16 da Força Aérea israelense © Sputnik/ Serviço de imprensa da Força Aérea de Israel

"Nossos sistemas antiaéreos reagiram e derrubaram um dos aviões nos territórios ocupados. Outro avião também foi atingido e os restantes foram embora", disse o comando do exército em um comunicado obtido pela Sputnik.


O exército sírio destacou que suas instalações perto de Palmira foram alvo dos aviões israelenses.


Depois da declaração do Exército sírio, militares israelenses afirmaram que nenhum de seus aviões sofreu danos.


"Que nós saibamos, a segurança das aeronaves da Força Aérea israelense e dos cidadãos israelenses não foi comprometida em nenhuma das etapas", disse um representante do serviço de imprensa do exército de Israel à Sputnik.


O major-general do exército sírio Muhammad Abbas detalhou a situação:


"Hoje de manhã, às 02h40 (hora local), de acordo com uma fonte militar, a aviação israelense invadiu o espaço aéreo sírio na região de Al-Barij e se dirigiu para leste, em direção a Palmira, para destruir instalações militares sírias. Afirmo com segurança que os mísseis do adversário não causaram nenhum dano em nosso território, eles não atingiram os alvos. Segundo a defesa antiaérea, um avião israelense foi abatido, outro foi atingido. Os restantes regressaram. O avião derrubado caiu na zona ocupada. Acredito que a Força Aérea israelense deve estar chocada pela reação operacional, eficaz e precisa do exército sírio em defesa de seu espaço aéreo. Nossos meios de defesa antiaérea podem detectar a aproximação do inimigo até no céu da Jordânia e pode atingir o alvo em qualquer lugar sobre a Síria."



Postar um comentário

Postagens mais visitadas