Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha e Aeronáutica do Brasil auxiliam buscas a submarino argentino desaparecido, diz ministro

Segundo Raul Jungmann, três navios e um avião brasileiros já foram disponibilizados. Última vez que o submarino militar com 44 pessoas a bordo manteve contato com a base foi na quarta-feira (15).
Por G1, Brasília

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, publicou em seu perfil no Twitter neste sábado (18) que três navios da Marinha brasileira "já estão auxiliando" nas buscas a um submarino argentino que desapareceu com 44 tripulantes a bordo.

Ainda segundo o ministro, a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou um avião para também ajudar na procura pelo submarino e um segundo avião "será deslocado para apoiar as buscas do submarino argentino desaparecido" a partir deste domingo (19).

O submarino militar ARA San Juan manteve contato com a base pela última vez na manhã de quarta-feira (15), quando estava no sul do Mar Argentino, a 432 quilômetros da costa patagônica do país.

De acordo com a FAB, o primeiro avião disponibilizado pelo Brasil decolou, com 18 tripulantes, às 17…

Israel ameaça destruir sistemas de defesa aérea síria em caso de ataque

O ministro da Defesa israelense adverte que, em caso de ataque, Israel irá destruir os sistemas de defesa aérea síria.


Sputnik


Avigdor Lieberman, ministro da Defesa de Israel, citado pela rádio Kol Yisrael, ameaçou que, se as baterias dos sistemas de defesa aérea da Síria abrirem fogo mais uma vez contra aviões israelenses, elas serão destruídas.

Caça F-35 da Força Aérea de Israel
F-35 da Força Aérea israelense © AP Photo/ Ariel Schalit

Em 17 de março a Força Aérea de Israel atacou alvos no território sírio, tendo depois sido alvejada por mísseis sírios a partir do solo.

O comando do exército sírio afirma que um dos aviões que participaram do assalto foi abatido.

Israel nega as baixas e declara que sistema de defesa antimíssil interceptou um dos mísseis sírios. O ministro da Inteligência de Israel, Yisrael Katz, confirmou que o alvo do ataque da Força Aérea israelense na Síria era uma carga com armamento para o movimento libanês Hezbollah.


Postar um comentário