Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Oficial russo ferido na Síria perde um olho e as duas pernas

O major-general russo Pyotr Milyukhin, atingido por uma bomba durante operações no oeste da Síria no mês passado, acabou perdendo um olho e teve as duas pernas amputadas por conta dos graves ferimentos sofridos.


Sputnik


O oficial estava entre as vítimas do comboio russo que foi alvo de uma mina perto da cidade de Homs no último dia 16, incidente que provocou a morte de quatro soldados das Forças Armadas russas e deixou outros dois feridos. Atualmente, ele está sob cuidados intensivos no Hospital Militar Principal, em Moscou. 

Militares russos em Aleppo, na Síria (Arquivo)
Militares russos em Aleppo, Síria © Foto: Ministério da Defesa da Rússia

De acordo com o Kommersant, os relatórios do Ministério da Defesa da Rússia indicam que 28 militares russos foram mortos na Síria desde o início das operações russas na república árabe, no final de setembro de 2015. A última baixa confirmada foi a do soldado Artem Gorbunov, assassinado na quinta-feira passada, quando repelia as tentativas dos terroristas do Daesh de avançar sobre as posições das forças sírias perto de Palmira.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas