Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Morte made in Brazil: conflitos no Oriente Médio alavancam exportação de armamento do país

Uma missão árabe chegou ao Brasil interessada na compra de cargueiros KC-390 fabricados pela Embraer. A visita é resultado do esforço do Grupo Parlamentar Brasil-Arábia Saudita, criado no início deste mês, para aproximar os dois países no campo de defesa militar.
Sputnik

O KC-390 vai substituir os Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB), é o maior avião produzido na América e foi concebido como um jato militar de transporte, anunciado pela primeira vez na edição de 2007 da Latin America Aero & Defence (LAAD), no Rio de Janeiro. A produção do avião, com capacidade para 23 toneladas de carga, envolve parcerias com fornecedores de peças de Argentina, Portugal e República Tcheca. Com um custo unitário de US$ 85 milhões, o KC-390, em fase final de testes, tem recebido propostas de compra de vários países.



A compra do cargueiro, porém, é apenas um detalhe na exportação brasileira de armamentos não só para a Arábia Saudita, como também para vários países do Oriente Médio e do Norte d…

Oposição síria exige renúncia de Assad e o responsabiliza 'pela morte de 2 mil pessoas'

Nasr Hariri, chefe da delegação da Comitê de Alta Negociação da Síria (HNC), disse hoje que o presidente sírio, Bashar Assad, deve renunciar, abrir caminho para um órgão de transição e ser responsabilizado pelos crimes perpetrados contra o povo do seu país.


Sputnik

"Até agora, os crimes brutais do regime terrorista de Bashir Assad ainda estão em curso… Afirmamos no início da sessão o núcleo do processo político necessário para a transição política e para a formação de um órgão de governo de transição. Isso exigirá que Bashar Assad e sua 'panelinha' opressiva, cujas mãos foram manchadas com o sangue do povo sírio, deixem o poder e introduzam uma transição [capaz de] responsabilizá-los pelos crimes que perpetraram", disse Hariri. 


Retrato de Assad no hospital de Damasco,4 de maio de 2014
Retrato de Bashar Assad no hospital de Damasco © AP Photo/ Dusan Vranic

Ele acrescentou que "nada menos do que 2 mil pessoas, incluindo 275 mulheres e várias centenas de crianças" foram mortas como resultado das campanhas aéreas do governo sírio desde o início do cessar-fogo.


Postar um comentário