Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Venezuela está disposta a 'defender soberania e independência de Nicarágua'

Jorge Arreaza, chanceler da Venezuela, avisou da capital nicaraguense, Manágua, que o presidente Nicolás Maduro está disposto a apoiar a Nicarágua em defesa de sua soberania se for necessário.
Sputnik

"Se [nós] o povo bolivariano, os revolucionários da Venezuela, tivéssemos que vir à Nicarágua para defender a soberania e a independência nicaraguense, e oferecer nosso sangue pela Nicarágua, iríamos como Sandino, até à montanha de Nueva Segovia", expressou Arreaza.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela fez essas declarações durante a comemoração dos 39 anos do triunfo da Revolução Sandinista em Nicarágua, país para o qual viajou em 19 de julho.

O socialismo, enfatizou Arreaza, é o caminho certo, e assegurou que a Venezuela passou por uma situação semelhante da qual a Nicarágua enfrenta desde abril deste ano.

"Caros compatriotas, dizemos-lhes porque vivemos essa mesma experiência que vocês vivem nos últimos meses, nós as chamamos de guarimbas [termo para protesto popu…

Por que Daesh explodiu Palácio de Justiça em Damasco?

O ministro da Justiça da Síria, Najm al Ahmad, declarou à Sputnik Árabe que a explosão do Palácio de Justiça em Damasco é uma tentativa dos terroristas de ocultar suas crimes no país. A razão é fácil: é ali onde ficam todos os documentos e evidências de crimes realizados pelo Daesh durante toda a guerra no país.


Sputnik


O homem-bomba do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia), que se explodiu perto da entrada, estava vestido com uniforme militar, passando despercebido pelas pessoas que estavam no local. Se tivesse conseguido entrar no edifício, as consequências da explosão teriam sido muito piores.

Segurança perto do Palácio de Justiça em Damasco, onde se explodiu homem-bomba do Daesh, 15 de março de 2017
Segurança próximo ao Palácio da Justiça, em Damasco, Síria © AFP 2017/ STRINGER / AFP

Segundo informações anteriores, a explosão resultou em 35 mortos e 45 feridos, além disso, o edifício foi fortemente danificado. Tais ações dos terroristas são de se esperar, pois eles assassinam, explodem e destroem, acrescentou al Ahmad à Sputnil Árabe.

O ministro acrescentou que o segundo terrorista, que não conseguiu se explodir, foi detido. Além disso, uma investigação será efetuada sobre a explosão e não há dúvidas de que o atentado esteja lidado às vitórias do exército sírio e avanços diplomáticos nas negociações em Astana e Genebra.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas