Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Russos são os primeiros a atingir ilha no Ártico em veículos

A expedição ártica do Ministério da Defesa russo, que está realizando pesquisas e testes de novas peças de armamentos e equipamentos militares e especiais em condições do Ártico, atingiu a ilha Kotelny situada no arquipélago das ilhas da Nova Sibéria.


Sputnik

A informação foi divulgada à Sputnik pelo vice-ministro da Defesa Dmitry Bulgakov. 


Soldado russo na ilha de Kotelny no Ártico russo
Ilha Kotelny, Ártico © Foto: Ministério da Defesa da Rússia

"Os membros da expedição do Ministério da Defesa se tornaram os primeiros no mundo a conseguirem atingir em veículos a ilha Kotelny vindos da parte continental", destacou.

Os representantes do ministério russo e de empresas industriais russas, com ajuda de veículos modernos capazes de percorrer espaços de neve e pântanos, passaram sobre os 1.140 quilômetros de gelo que cobrem o mar de Laptev e sua zona costeira.

A rota da expedição passou pela costa do mar de Laptev desde o povoado de Tiksi até o cabo Svyatoy Nos, e atravessou os estreitos de Dmitry Laptev e de Sannikov, que ligam os mares de Laptev e Siberiano Oriental, até a ilha Kotelny.

Depois disso, a expedição retornará a Tiksi, localizado na Yakutia, na Sibéria russa.

De acordo com Bulgakov, durante a expedição já foram realizadas cerca de 100 diferentes pesquisas e testes laboratoriais às capacidades do material, inclusive foram realizados trabalhos de manutenção técnica e reparação.

Entre o material testado há motos de neve para o exército, transportadores de lagartas articuladas, veículos especiais com pneus de baixa pressão e vários outros.



Postar um comentário