Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Taiwan denuncia maior ameaça militar da China

O desenvolvimento militar acelerado da China e a recente atividade de aviões e navios militares chineses em torno de Taiwan representam uma ameaça maior para a ilha autogovernada, de acordo com um relatório do governo taiwanês visto pela Reuters.


Sputnik

O documento, que deve ser apresentado ao parlamento na quinta-feira (16), também destaca a incerteza sobre a direção estratégica futura dos Estados Unidos na região, o impacto do Japão flexionando suas potencialidades militares e o potencial de conflito no disputado Mar do Sul da China.

Navios militares de Taiwan
Navios militares de Taiwan © AP Photo/ Wally Santana

"A recente atividade de jatos e navios chineses em torno de Taiwan mostra o aumento contínuo das capacidades de ameaça militar (da China)", destacando a importância da necessidade de Taiwan se defender, segundo afirma o texto.

A China, que não reconhece a independência de Taiwan, tem intensificado seus exercícios militares aéreos e marítimos nas águas ao redor da ilha como parte de um amplo processo de modernização de suas forças armadas.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas