Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Taiwan denuncia maior ameaça militar da China

O desenvolvimento militar acelerado da China e a recente atividade de aviões e navios militares chineses em torno de Taiwan representam uma ameaça maior para a ilha autogovernada, de acordo com um relatório do governo taiwanês visto pela Reuters.


Sputnik

O documento, que deve ser apresentado ao parlamento na quinta-feira (16), também destaca a incerteza sobre a direção estratégica futura dos Estados Unidos na região, o impacto do Japão flexionando suas potencialidades militares e o potencial de conflito no disputado Mar do Sul da China.

Navios militares de Taiwan
Navios militares de Taiwan © AP Photo/ Wally Santana

"A recente atividade de jatos e navios chineses em torno de Taiwan mostra o aumento contínuo das capacidades de ameaça militar (da China)", destacando a importância da necessidade de Taiwan se defender, segundo afirma o texto.

A China, que não reconhece a independência de Taiwan, tem intensificado seus exercícios militares aéreos e marítimos nas águas ao redor da ilha como parte de um amplo processo de modernização de suas forças armadas.


Postar um comentário