Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Terroristas do Daesh atacam Deir ez-Zor ferindo 25 pessoas, a maioria crianças

Terroristas do Daesh atacam a cidade síria de Deir ez-Zor ferindo 25 pessoas, a maioria crianças.


Sputnik

Pelo menos 25 pessoas ficaram feridas em um bombardeio na cidade síria de Deir ez-Zor. O ataque foi realizado por terroristas do Daesh (grupo proibido na Rússia e em muitos outros países), relata a agência SANA. 


Habitantes da cidade de Deir ez-Zor, foto de arquivo - 26 de setembro, 2013
Ataque a Deir ez-Zor © AFP 2017/ AHMAD ABOUD

De acordo com a agência, a maioria das vítimas é crianças.

Os mísseis explodiram nos bairros de al-Qusur e al-Joura, no oeste de Deir ez-Zor.

Na segunda-feira (6), foi relatado que as unidades do exército sírio entraram em confrontos com terroristas do Daesh nos subúrbios a sul de Deir ez-Zor.

A cidade de Deir ez-Zor, que está sendo controlada pelas forças do governo sírio, está cercada pelo Daesh desde julho de 2014. Os moradores de Deir ez-Zor e os militares só recebem comida e ajuda humanitária através de corredores especiais. Em 30 de janeiro, as Nações Unidas reiniciaram as entregas de ajuda após uma pausa de duas semanas.


Postar um comentário