Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém

O ex-chefe da inteligência saudita, o Príncipe Turki al-Faisal, criticou o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel, em uma das mais acentuadas reações do reino aliado de Washington no Oriente Médio.
Sputnik

Em uma carta a Trump publicada em um jornal saudita nesta segunda-feira, o príncipe Turki, um ex-embaixador em Washington que agora não ocupa nenhum cargo do governo, mas continua influente, chamou a decisão de uma estratagema política doméstica que provocaria violência.


"O derramamento de sangue e o caos definitivamente seguirão sua tentativa oportunista de ganhar eleitoralmente", escreveu o príncipe Turki em uma carta publicada no jornal saudita al-Jazeera.

Trump inverteu décadas de política dos EUA e virou do consenso da crítica internacional na semana passada, reconhecendo Jerusalém como a capital de Israel. A maioria dos países diz que o status da cidade deve ser deixado para negociações entre Israel e os pales…

10 guardas iranianos são mortos na fronteira do Paquistão

Região fronteiriça entre Irã e Paquistão é marcada por atividade de gangues de tráfico e militantes separatistas.


Sputnik


Dez guardas de fronteira iranianos foram mortos por militantes sunitas em uma operação transfronteiriça na fronteira com o Paquistão nesta quarta-feira (26).

Resultado de imagem para fronteira irã paquistão
Fronteira entre a Índia e o Paquistão 

Segundo informações divulgadas pela agência de notícias Tasnim, o grupo militante chamado Jaish al-Adl assumiu a responsabilidade pelas mortes.

A província de Sistão-Baluchistão, no sudeste do Irã, tem sido atingida há muito tempo por ataques de gangues de tráfico de drogas e militantes separatistas.

Postar um comentário